domingo, 22 de outubro de 2017

Chester Bennington deixou dinheiro para que filhos se encontrem
domingo, outubro 22, 2017


O site TMZ revelou que o vocalista Chester Bennington, morto após cometer suicídio em julho deste ano, deixou, em seu testamento, uma quantia em dinheiro destinada aos sete filhos dele, oriundos de três relacionamentos diferentes. O vocalista do Linkin Park também especificou o destino do valor: ele deveria ser utilizado para que os irmãos se encontrem mais vezes e se mantenham próximos.

"Desejo que as mães ou os guardiões dos meus filhos os encorajem e permitam que eles possam se visitar e viajar juntos constantemente, para que eles saibam que têm uma família grande e amorosa", disse Chester Bennington em testamento. Não há informações de quando o documento foi redigido, nem sobre a quantia deixada por ele.

O cantor deixou seis filhos biológicos e um adotivo. Três são de seu último casamento, com Talinda; um veio de sua relação com Samantha; e outro tem origem de um relacionamento com uma então namorada que morava no Arizona. Ele também adotou outro filho desta mesma parceira.

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Slash pode ter 'mostrado demais' em show do Guns N' Roses; veja
sexta-feira, outubro 20, 2017


Um vídeo registrado durante a performance do Guns N' Roses no Madison Square Garden, em Nova York, na última segunda-feira (16), tem dado o que falar nas redes sociais. Durante a filmagem, captada enquanto a banda tocava a música "Patience", é possível perceber que a calça de Slash está rasgada entre as pernas.

A calça, aparentemente, está rasgada desde o início do vídeo, mas é possível ver com clareza o problema na peça a partir do 3° minuto de vídeo. Por volta dos 4min25seg, Slash parece perceber o que estava acontecendo. Em seguida, o músico fecha as pernas e passa alguns segundos observando a região.

Na publicação original do vídeo, feita no YouTube, diversos internautas apontaram que a parte rasgada estava mostrando parte do saco escrotal de Slash. "Quem veio pra ver o pau do Slash?", questionou uma usuária do YouTube.

Veja:

Steel Panther não se sentiu bem durante turnê com Mötley Crüe
sexta-feira, outubro 20, 2017


O baterista Stix Zadinia revelou que os músicos do Steel Panther não se sentiram bem-vindos durante a turnê realizada com o Mötley Crüe, em de 2011. A afirmação foi feita em entrevista à Music Life Magazine.

O Crüe é citado como o único caso parecido na trajetória do Steel Panther, que já excursionou com nomes do porte de Def Leppard e Judas Priest. "Tommy Lee e Nikki Sixx não gostaram quando fizemos turnê com eles em 2011. E foi a única vez que não nos sentimos bem-vindos", contou.

O músico tentou encontrar uma explicação para que isso tenha ocorrido. "Acho que eles pensavam que estávamos tirando sarro deles de forma direta. E só posso inferir que os egos sejam muito grandes, porque nada era direto a eles. Mas fizemos a turnê, foi ótimo e tudo correu bem", afirmou.

- Opinião: O que seria do Steel Panther sem a zoeira?

Apesar do entrevero com o Mötley Crüe, Stix Zadinia crê que o Steel Panther seja bem aceito nos dias de hoje. "O Judas Priest nos levou para uma turnê e agora estamos com o Stone Sour, uma banda pesada que é levada muito a sério. Corey (Taylor, vocalista do Stone Sour) é um grande fã nosso e todos os caras são muito legais. Se um cara como Corey Taylor, que está no Slipknot e no Stone Sour, pode gostar do Steel Panther, então acho que até o fã mais hardcore de metal pode nos dar uma chance", disse.

Stix Zadinia também fez elogios ao Def Leppard. "O Leppard nos apoiou completamente. Foram incríveis e, não estou brincando, no primeiro dia de turnê, eles sabiam todos os nossos nomes. E quando você é do Def Leppard, você não precisa disso. É uma prova do tipo de caras que eles são, todos eles. Tanto eles quanto a equipe foram muito generosos", disse.

No ano passado, o baixista Nikki Sixx, do Mötley Crüe, disse ao Music Feeds que o Steel Panther não representa seu tipo de música. "É sobre mim pessoalmente, não sei. Muitos acham engraçado, que eles são uma banda de humor. Mas não é a minha praia. Levo a minha música um pouco mais a sério", afirmou, na ocasião.

Show em tributo a Chester Bennington será transmitido na internet
sexta-feira, outubro 20, 2017


O show que o Linkin Park realizará em tributo ao falecido vocalista Chester Bennington, que cometeu suicídio em julho deste ano, será transmitido por meio da internet. O streaming será realizado pelo YouTube, em www.youtube.com/linkinpark, a partir das 0h45 da madrugada de sexta (27) para sábado (28).

O evento ocorrerá no Hollywood Bowl, em Los Angeles, nos Estados Unidos, e contará com uma extensa lista de participações especiais. Entre eles, estão:

- Jonathan Davis (Korn)
- Oliver Sykes (Bring Me The Horizon)
- M. Shadows (Avenged Sevenfold)
- Synyster Gates (Avenged Sevenfold)
- Daron Malakian (System Of A Down)
- Shavo Odadjian (System Of A Down)
- John Dolmayan (System Of A Down)
- Blink-182
- Machine Gun Kelly
- Ryan Key (ex-Yellowcard)
- Kiiara
- Zedd
- Membros do No Doubt (nomes não revelados)

Bruce Dickinson se incomodou com reação machista ao seu câncer
sexta-feira, outubro 20, 2017


O vocalista do Iron Maiden, Bruce Dickinson, demonstrou incômodo com a reação que parte da mídia teve após ter sido revelado que ele lutou contra um câncer na língua no fim de 2014. O cantor, já curado da doença há algum tempo, conversou sobre o assunto em entrevista à iNews.

Na época em que a doença foi revelada, Bruce Dickinson disse que foi vítima de certo desprezo de alguns veículos de comunicação depois que se tornou público que o HPV (papilomavírus humano) causou o câncer. Algumas pessoas associaram a doença à prática de sexo oral - o que nem sempre procede.

"Minha reação foi tipo: 'mesmo?'. Se sua mulher ou filha estivesse com câncer cervical, você sairia por aí dizendo pra todos que ela era promíscua?", questiona Bruce. "É vergonhoso. Mas como são homens, as pessoas acham que podem (fazer piada e) sair de boa", afirmou.

Apesar de ter superado o câncer sem sequelas, Bruce Dickinson também contou que o tratamento para o câncer de língua é muito doloroso. "Falei com muitos que passaram pela mesma coisa e fizeram o mesmo procedimento que eu e embora todos tenham tido um bom resultado, um ou outro passou por momentos horríveis, muito piores que eu", afirmou.

O cantor destacou que existe uma "epidemia" deste tipo da doença. "Isto está acontecendo com homens em todo o mundo. Há uma epidemia, e as pessoas meio que não dão atenção. Todos sabem sobre câncer cervical, mas ninguém se informa sobre este outro câncer, que é a mesma coisa", disse.

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Slipknot libera filmagem de 'Before I Forget' do novo DVD; assista
quinta-feira, outubro 19, 2017


O Slipknot divulgou, no YouTube, um vídeo da performance de "Before I Forget" presente no DVD "Day Of The Gusano - Live In Mexico". O registro ao vivo chega a público na íntegra nesta sexta-feira (20).

Assista:

Paul McCartney divulga vídeo de 'Hey Jude' gravado em SP; assista
quinta-feira, outubro 19, 2017


Paul McCartney divulgou, em seu perfil no Facebook, um vídeo que registrou parte da performance de "Hey Jude" no Allianz Parque, em São Paulo (SP), no último domingo (15). Na legenda da publicação, o músico descreveu o momento como "memória mágica".

- Veja também: Por que Paul McCartney ainda faz shows, mesmo em idade avançada?

Assista:

Scorpions lançará coletânea de baladas com duas inéditas
quinta-feira, outubro 19, 2017


O Scorpions anunciou que vai lançar, no dia 24 de novembro, uma coletânea de power balladas. Intitulado "Born To Touch Your Feelings - Best Of Rock Ballads", o registro vai contar com 17 baladas famosas da banda alemã, além de duas faixas inéditas, gravadas neste ano.

Em entrevista à rádio SiriusXM, o vocalista Klaus Meine disse que a ideia da coletânea foi da gravadora. "A Sony Music disse: 'vamos lá, caras, vocês têm muitas músicas poderosas, queríamos juntar todas elas em uma espécie de compilação que vocês nunca fizeram", afirmou. O selo também pediu as duas faixas inéditas, que, segundo Meine, "soam muito boas".

- Veja também: Guitarrista do Scorpions diz que ideia de aposentadoria não veio da banda

Ainda de acordo com Klaus Meine, o Scorpions é mais conhecido nos Estados Unidos por suas músicas mais pesadas, como "Rock You Like A Hurricane", mas que a situação muda em outras partes do mundo. "Em outras partes do mundo, o Scorpions é muito famoso por suas baladas, como 'Still Loving You' na França. Na Ásia, eles amam as baladas, e na Rússia, 'Wind Of Change' e todas essas outras canções são muito poderosas - assim como 'Rock You Like A Hurricane' nos EUA", afirmou.

Assista, a seguir, a um teaser que anuncia a coletânea.

Homenagem da Polenguinho ao Pink Floyd é confundida com bandeira LGBT
quinta-feira, outubro 19, 2017


Uma postagem feita pela Polenguinho no Facebook tem causado polêmica nesta semana - e por um equívoco por parte de usuários da rede social. A marca fez uma homenagem ao Pink Floyd, mas alguns internautas confundiram a arte com a bandeira LGBT.

Publicada na segunda-feira (16), a homenagem feita pela Polenguinho mostra o produto alimentício recebendo a cor branca e refletindo diversas tonalidades, tal como a capa de 'The Dark Side Of The Moon', disco clássico do Pink Floyd. "Dark Side da Fominha: você não vai parar de ouvir até comer um Polenguinho", disse a publicação original.



Apesar da referência estar clara a quem conhece Pink Floyd, alguns internautas pensaram que a Polenguinho, na verdade, estava promovendo ideologia de gênero com as cores presentes na capa de 'The Dark Side Of The Moon' - que, por coincidência, são as mesmas do arco-íris e sua respectiva bandeira. "Até Polenguinho fazendo ideologias de gênero. Na boa, empresa põe arco-íris, já está incitando o fato. Menos um produto em meu lar e dos meus familiares", disse um internauta.

A página da Polenguinho no Facebook precisou se manifestar posteriormente, devido à polêmica gerada no post. "Nossa equipe teve como inspiração a capa do álbum 'The Dark Side of The Moon', da banda Pink Floyd, para 'brincar' com o conceito de fominha, tão utilizado quando o assunto é Polenguinho. Prezamos pela paz, pelo respeito e pela igualdade em nossa comunidade aqui. Embora não tenhamos feito alusão ao movimento LGBT+, temos máximo respeito pela causa", afirmou.

Fã mostra como seria o 4° disco do Nirvana; ouça
quinta-feira, outubro 19, 2017


Uma fã, chamada Claire Welles, 'criou' o que poderia ser o quarto disco da carreira do Nirvana, encerrada de forma trágica após Kurt Cobain ter cometido suicídio, em 1994. Em seu canal no YouTube, a admiradora compilou versões de músicas tocadas ao vivo e canções trabalhadas em versões demo.

Há, ainda, a presença de demos feitas por Dave Grohl, aproveitadas posteriormente no Foo Fighters. As músicas em questão, segundo Grohl, poderiam ter entrado no registro seguinte do Nirvana, que nunca viu a luz do dia, porque Kurt Cobain o incentivava a compor naquele momento.

Confira, a seguir, como ficaria o quarto álbum do Nirvana (intitulado 'IV', em alusão ao número na discografia do grupo).



Tracklist:

1. You Know You're Right (Original 1994 Mix)
2. Burn My Britches (Band Mockup) - a partir de 3min33seg
3. Do Re Mi (Band Mockup) - a partir de 6min16seg
4. Alone + Easy Target (1992 Demo) - a partir de 10min27seg
5. Jesus Doesn't Want Me For A Sunbeam (1994 Live Demo) - a partir de 15min38seg
6. Poison's Gone (Band Mockup) - a partir de 19min32seg
7. What More Can I Say (Band Mockup) - a partir de 21min42seg
8. Exhausted (1992 Demo) - a partir de 24min57seg
9. The Yodel Song (Band Mockup) - a partir de 30min15seg
10. Ivy League (Live 1994) - a partir de 32min52seg