terça-feira, 25 de março de 2014

Duff McKagan pode tocar em próximos shows do Guns N' Roses no Brasil
terça-feira, março 25, 2014


Fontes não-declaradas a partir de depoimentos coletados pelo site Playa Del Nacho afirmam que Duff McKagan pode ser o baixista do Guns N' Roses nos últimos shows da turnê brasileira do grupo.

Tommy Stinson, atual baixista do GNR, também integra o The Replacements, banda que irá se reunir no festival Coachella 2014. As datas de apresentação do grupo de Stinson são nos dias 11 e 18 de abril, que são muito próximas dos shows do Guns em Assunção (9 de abril), La Paz (12 de abril) e Fortaleza (17 de abril).

Stinson pode se programar com passagens de avião para estar em todas as datas. Mas o itinerário cansativo deve pesar para que ele não seja o baixista dos dois últimos shows do Guns N Roses no Brasil, em Olinda (15 de abril) e na já citada capital cearense.



Segundo as informações do site Playa Del Nacho, Duff McKagan já teria obtido um visto de trabalho para vir ao Brasil. Ao menos um show, provavelmente o de Fortaleza, teria a presença de McKagan no baixo. De acordo com o site, a confirmação do ex-baixista do Guns N' Roses deve acontecer nos próximos dias.

Mas pode ser que Axl Rose também não abra mão de sua atual banda e coloque Chris Pitman, atual tecladista, no baixo, em substituição a Tommy Stinson. Não seria um fato inédito, pois aconteceu em meados de 2006, como mostra o vídeo ao final dessa postagem. Ou, por fim, Stinson pode cumprir o itinerário cansativo e fazer todos os shows do Guns N' Roses e do The Replacements.

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.