quinta-feira, 20 de março de 2014

Líder do Machine Head culpa fãs jovens pela "decadência do rock"
quinta-feira, março 20, 2014


Em publicação recente no blog da banda Machine Head, o líder do grupo Robb Flynn criticou o atual cenário do rock, bem como a postura dos fãs mais jovens. 

"A indústria musical apagou a chama da criatividade. Ninguém é encorajado a arriscar e a descobrir algo porque tudo está em torno das vendas na primeira semana de lançamento, execuções inúteis de rádio e o sucesso da última turnê", disse. 

Para ele, a música perdeu a importância. "Os dois maiores discos de rock de 2013 venderam só 400 mil cópias, sem nem mesmo conquistar disco de ouro. A música serve de pano de fundo para uma competição", afirmou. 

Ele acredita que uma prática em particular de fãs mais jovens está acabando com o rock. "Para que devo ir a um show quando posso ver vídeos dele no YouTube e falar que a banda é uma b*sta ao vivo? Sinto falta de quando os shows tinham importância. A tecnologia que temos agora deveria nos conectar, mas está me fazendo ficar mais desconectado do que nunca", disse. 
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.