quarta-feira, 9 de abril de 2014

Saiba quanto Avenged Sevenfold e Metallica faturaram com shows no Brasil em 2014
quarta-feira, abril 09, 2014


Algumas bandas são capazes de agrupar multidões por onde passam. Casos do Avenged Sevenfold e do Metallica, que se apresentaram no Brasil recentemente. A revista Billboard compilou dados sobre os shows que tais bandas fizeram no país no começo deste ano. 

Segundo a publicação, o show do Metallica no Estádio do Morumbi, em São Paulo, rendeu cerca de US$ 5,7 milhões em vendas de ingressos. Entre os sete países da tour feita na América do Sul, o Brasil foi o mais rentável, seguido de Argentina (US$ 4,7 milhões) e (US$ 3,8 milhões). Curiosamente, terras tupiniquins contaram com os valores de entrada mais caros também: entre US$ 77 e US$ 257 dólares. 

Com exceção do show extra em São Paulo e da apresentação em Curitiba, os dados da turnê brasileira do Avenged Sevenfold também foram apurados. A cidade de maior rentabilidade foi São Paulo, com US$ 569 mil. Informações mais específicas seguem abaixo:

Avenged Sevenfold 

São Paulo (SP) - 12/03 
Local: Espaço das Américas 
Arrecadação: US$ 569.124,00 
Público: 7.133 pessoas 
Capacidade máxima: 9.600 pessoas 

Rio de Janeiro (RJ) - 15/03 
Local: HSBC Arena 
Arrecadação: US$ 352.954,00 
Público: 4.866 pessoas 
Capacidade máxima: 7.000 pessoas 

Brasília (DF) - 16/03 
Local: Ginásio Nilson Nelson 
Arrecadação: US$ 184.572,00 
Público: 3.516 pessoas 
Capacidade máxima: 5.100 pessoas 

Porto Alegre (RS) - 22/03 
Local: Pepsi On Stage 
Arrecadação: US$ 231.884,00 
Público: 4.277 pessoas 
Capacidade máxima: 4.488 pessoas 
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.