quinta-feira, 8 de maio de 2014

Baterista do Metallica comenta sobre tocar para público alternativo no Glastonbury
quinta-feira, maio 08, 2014


O público do Glastonbury Festival é, em sua maioria, fã de rock alternativo. Juntamente de Kasabian e Arcade Fire, o Metallica - que não tem nada de alternativo - é um dos headliners do evento. O anúncio, feito na tarde desta quinta-feira (8), surpreendeu aos fãs da banda e do Glastonbury.

Durante entrevista concedida ao jornal britânico The Guardian, o baterista Lars Ulrich falou sobre a sensação de poder tocar para um público completamente diferente do que ele está acostumado a se apresentar.

"Apenas saímos por aí e fazemos o que fazemos. Estamos aí há 33 anos. Não sei se temos a chama ardente como há 20 anos, mas poder tocar para quem ainda não se familiarizou conosco é sempre interessante", disse o baterista.

O músico acredita que as pessoas realmente se importam com o Metallica por um motivo em especial. "Algo que notamos pelo caminho é que o Metallica tende a obter opiniões fortes das pessoas - o que é ótimo, porque mostra que ninguém está se lixando para nós. Significa que as pessoas se importam", afirmou.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.