segunda-feira, 23 de junho de 2014

Bruce Dickinson critica Judas Priest por uso de teleprompters em shows
segunda-feira, junho 23, 2014


O vocalista Bruce Dickinson, do Iron Maiden, não perdoou o Judas Priest, banda de heavy metal também da Inglaterra, durante entrevista ao The Guardian.

O cantor falou sobre o uso de teleprompters ou telepontos (equipamento que exibe textos em uma tela) por vocalistas que precisam se lembrar de letras de suas canções. Rob Halford, frontman do Judas Priest, é usuário da tecnologia.

"Os fãs pagam uma boa grana para ver seu show e você sequer se lembra das letras. Na tela, fica escrito ´Breaking the law, breaking the law - breaking the law, breaking the law - breaking the law, breaking the law - breaking the law e, adivinha, breaking the law´", disse Bruce Dickinson.

Após fazer uma clara referência a uma das músicas mais conhecidas do Judas Priest, intitulada "Breaking The Law", o cantor concluiu o assunto ao definir como "ridículo" o uso de teleprompters em shows.

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.