terça-feira, 24 de junho de 2014

Lady Gaga aparece nua em novo clipe polêmico e gravadora prefere não lançar; veja trechos
terça-feira, junho 24, 2014


Lady Gaga voltou a causar bafafá com a música "Do What U Want", presente no álbum "Artpop".

A canção iria contar com um videoclipe polêmico, com participação de R. Kelly. O vídeo, registrado por Terry Richardson, foi considerado controverso pela própria gravadora, Universal Music, que decidiu engavetar o trabalho.

A cantora interpreta uma paciente no clipe e R. Kelly, por sua vez, é o médico que cuida de seu caso. O vídeo sugere que Kelly abusa sexualmente de Gaga, que aparece nua em alguns momentos do registro, após anestesiá-la.

No diálogo do clipe, Gaga pergunta se vai poder voltar a andar. R. Kelly diz: "Sim, se você deixar que eu faça o que quiser com seu corpo. Vou te anestesiar e você estará grávida quando acordar".

De acordo com o jornal New York Post, o clipe foi gravado entre setembro e outubro de 2013. Após o clipe ser engavetado, Lady Gaga teria enfrentado uma depressão motivada pelos problemas com seus empresários e a Universal Music, que resultou na falta de promoção do álbum "Artpop", que só voltou a ser divulgado neste ano, com "G.U.Y.".

A polêmica é ainda maior quando se leva em consideração que R. Kelly já foi preso sob acusação de pedofilia e Terry Richardson, responsável pela gravação do clipe, enfrenta processos por, supostamente, abusar sexualmente de modelos.

Dois trechos do controverso videoclipe de "Do What U Want" vazaram na internet e podem ser vistos nos players abaixo. Aviso: há conteúdo explícito nos registros.





Categoria:
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.