domingo, 13 de julho de 2014

15 bandas de rock e metal da Alemanha que merecem ser ouvidas
domingo, julho 13, 2014


Na onda de celebração da Copa do Mundo 2014, que teve a seleção alemã como campeã, a lista abaixo - que está em ordem alfabética - apresenta 15 boas bandas de rock e metal que merecem ser ouvidas por você, caro leitor. O país é tradicionalíssimo na música pesada.

Accept: Uma das maiores bandas de heavy metal da Alemanha ajudou a carregar o nome do país dentro do cenário da música pesada. Discos de destaque: "Balls To The Wall" (1984), "Metal Heart" (1985) e "Blood Of The Nations" (2010).



Axxis: Hard rock com os tradicionais elementos melódicos da região, que expôs o metal melódico para o mundo. Discos de destaque: "Kingdom Of The Night" (1989) e "Utopia" (2009).



Blind Guardian: Power metal sem firulas ou invenções desnecessárias. O Blind Guardian é direto em sua proposta, mesmo em um estilo musical cheio de curvas. Discos de destaque: "Imaginations From The Other Side" (1995) e "Nightfall In Middle-Earth" (1998).



Bonfire: Hard rock dos bons! O Bonfire nunca conseguiu a mesma repercussão de seus contemporâneos no estilo, provavelmente pela distância do foco de mercado do hard rock oitentista: os Estados Unidos. Mas não perdem nada em qualidade. Discos de destaque: "Don't Touch The Light" (1986), "Fireworks" (1987) e "Branded" (2011).



Edguy: É difícil estabelecer um rótulo para a banda liderada pelo talentosíssimo Tobias Sammet. O grupo transita entre o hard rock, o heavy metal e o power metal de forma louvável. Um dos grandes trunfos da MPA (música pesada alemã). Discos de destaque: "Vain Glory Opera" (1998), "Hellfire Club" (2004) e "Rocket Ride" (2006).



Gamma Ray: O genial Kai Hansen saiu do Helloween. Justo: eram muitos chefs para uma cozinha só. No Gamma Ray, ele lidera com louvor. Com Ralf Scheppers nos vocais ou com o próprio Hansen comandando o microfone, a banda se destaca facilmente no cenário power. Discos de destaque: "Heading For Tomorrow" (1990), "Land Of The Free" (1995) e "To The Metal!" (2010).



Grave Digger: A personificação (ou instrumentalização) do heavy metal em sua forma mais pura. Com elementos do speed e do power, o Grave Digger é único - e amado na comunidade metálica. Discos de destaque: "Tunes Of War" (1996) e "Excalibur" (1999).




Helloween: Provavelmente a banda de metal mais famosa da Alemanha. Precursores do que chamaríamos depois de power metal ou metal melódico, o Helloween elevou o gênero a um patamar técnico jamais visto até então. Soberano. Discos de destaque: "Keeper Of The Seven Keys Part 1" (1987), "Keeper Of The Seven Keys Part 2" (1988) e "Master Of The Rings" (1994).




Kingdom Come: Há quem diga que, no início, era a cópia malfadada, atrasada e germânica do Led Zeppelin. Mas o Kingdom Come apresentou boas músicas em suas diferentes fases - do hard rock antigo ao industrial contemporâneo. Discos de destaque: "Kingdom Come" (1988), "In Your Face" (1989) e "Rendered Waters" (2011).



Kreator: A referência do thrash metal alemão. Entrosado, o grupo tem uma discografia consistente e, de certa forma, incontestável. Curiosamente, a banda existe desde a década de 1980 - auge do estilo -, mas só passou a ter sucesso mesmo nos anos seguintes. Discos de destaque: "Extreme Aggression" (1989), "Cause For Conflict" (1995) e "Enemy Of God" (2005).



Michael Schenker Group: Um dos guitarristas mais icônicos do rock alemão, Michael Schenker deixou o Scorpions logo no início e passou a comandar o MSG, que também já adotou a variação McAuley Schenker Group, quando Robin McAuley era o vocalista. Hard n' heavy com a guitarra no talo. Discos de destaque: "The Michael Schenker Group" (1980) e "Assault Attack" (1982).



Pink Cream 69: A banda que revelou Andi Deris, atualmente vocalista do Helloween, ao mundo. Deris, no entanto, só gravou três dos 11 discos dessa ótima banda de hard n' heavy melódico. Vale conferir todos os trabalhos do grupo. Discos de destaque: "One Size Fits All" (1991) e "Sonic Dynamite" (2000>.



Rammstein: O metal alemão foge pouco dos tradicionais hard rock, heavy metal e power metal. Mas o industrial do Rammstein é uma boa exceção à regra. Mesmo com as letras em idioma alemão, o grupo conseguiu aceitação mundial. Discos de destaque: "Mutter" e "Reise, Reise" (2004).



Scorpions: Se o Helloween é a banda de metal mais famosa da Alemanha, o Scorpions é o grupo alemão mais conhecido do país. Com mais de 40 anos de carreira, o quinteto comandado por Klaus Meine e Rudolf Schenker é reconhecido pelo bom hard rock que pratica. Discos de destaque: "Taken By Force" (1977), "Love At First Sting" (1984) e "Crazy World" (1990).



Warlock: A banda de Doro Pesch tem muito mais do que a rainha do heavy metal nos vocais. O instrumental consistente e pesado do grupo ajudou em sua consagração na década de 1980. Discos de destaque: "True As Steel" (1986) e "Triumph And Agony" (1987)

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.