quinta-feira, 17 de julho de 2014

Discurso de Eddie Vedder o transforma em personalidade odiada em Israel
quinta-feira, julho 17, 2014


Eddie Vedder, frontman do Pearl Jam, passou a ser odiado em Israel. Durante uma performance da banda na última sexta-feira (11), na Inglaterra, o cantor e músico falou que é contra qualquer um que invada as terras de outras pessoas.

Vedder não deixou claro a quem ele se referia, mas o jornal The Jerusalem Post interpretou que o músico estava falando de Israel, sobre os conflitos recentes com a Palestina.

No jornal, algumas reações de figuras públicas foram divulgadas, como a do radialista Ben Red, que fazia uma campanha para que o Pearl Jam tocasse em Israel, mas desfez a ideia. "Sua face está sendo revelada. Você não é bem-vindo aqui, Eddie Vedder. Apagarei a página de Facebook com minha campanha", disse.

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.