quinta-feira, 10 de julho de 2014

Evolutivo, hard melódico do Outloud fica um pouco mais direto em "Let's Get Serious"
quinta-feira, julho 10, 2014


Outloud: "Let's Get Serious" (2014)

Três anos sem lançar um trabalho de inéditas, o Outloud, enfim, lança "Let's Get Serious", terceiro álbum de estúdio da banda. Com exceção do vocalista Chandler Mogel, norte-americano, a formação é composta por músicos gregos: Bob Katsionis na guitarra e nos teclados (Firewind e infinitos outros projetos), Sverd no baixo (AmongRuins, ex-Bare Infinity) e Kostas Milonas na bateria. Nesse registro em especial, a bateria ficou por conta de George Kollias (Nile). Milonas só foi integrado ao grupo posteriormente.

Para quem ouviu os trabalhos anteriores, não há grandes sustos em "Let's Get Serious". A fórmula é mantida, apesar de agora se apresentar mais desenvolvida e precisa, com evidência aos talentos individuais dos instrumentistas. Aos que ainda não escutaram o material do grupo, o novo disco é um bom contato inicial.

Na essência, "Let's Get Serious" apresenta um hard rock bem melódico, com presença de teclados e peso nas guitarras e na cozinha, além da ótima voz de Chandler Mogel. A diferença para os anteriores é que a influência melódica fica mais pontual e deixa de aparecer a todo momento.



Dessa forma, portanto, o trabalho fica mais dinâmico como um todo e mais direto em alguns momentos, como na hard "A While To Go", na power ballad "It Really Doesn't Matter" e nas metálicas "Death Rock!" e "Toy Soldiers" - esta, com participação de Mike Orlando (Adrenaline Mob). Ainda assim, o AOR/melodic hard rock impera grande parte da tracklist. Mas agora se mostra mais variado.

Na parte mais melódica, destacam-se o single "I Was So Blind", a quase power "One More Time" e a instrumental e totalmente power faixa título, em que Bob Katsionis mostra técnica incrível nas seis cordas. Aliás, o guitarrista e tecladista se destaca muito no trabalho, além de George Kollias, exuberante na bateria.

"Let's Get Serious" representa certa evolução para um grupo que nem sempre conta com uma formação muito fixa - é a terceira diferente a registrar um trabalho com a banda. A orientação artística dada por Bob Katsionis e Chandler Mogel é consistente e melhora a cada lançamento. O Outloud é, sem dúvidas, um dos nomes mais promissores do hard rock melódico.

Nota 8



Chandler Mogel (vocal)
Bob Katsionis (guitarra, teclados)
Sverd (baixo)

Músicos adicionais:
Jim Scordilis (guitarra)
George Kollias (bateria)
Mike Orlando (guitarra solo em 11)

01. Death Rock!
02. I Was So Blind
03. One More Time
04. Bury the Knife
05. Like a Dream
06. It Really Doesn't Matter
07. A While to Go
08. All in Vain
09. Another Kind of Angel
10. Let's Get Serious
11. Toy Soldiers
12. Enola Gay (Orchestral Manoeuvres in the Dark cover)

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.