quinta-feira, 10 de julho de 2014

Pé-frio Mick Jagger admite que pode ser "culpado" pelo primeiro gol alemão, mas não pelos outros seis
quinta-feira, julho 10, 2014


A presença do cantor Mick Jagger, vocalista dos Rolling Stones e pé-frio oficial da Copa do Mundo desde 2010, no jogo entre as seleções brasileira e alemã, na última terça-feira (8), pode não ter sido responsável pela derrota massacrante do Brasil.

Ao menos é o que ele afirmou, em entrevista ao jornal britânico The Sun. Perguntado sobre a fama de azarão, o cantor disse, em tom de brincadeira: "Posso ser culpado pelo primeiro gol alemão, mas não pelos outros seis".

Na derrota sofrida por 7 a 1, o Brasil contou com a presença de Mick e seu filho, Lucas Jagger, fruto do curto relacionamento que teve com Luciana Gimenez. O cantor geralmente é lembrado pelos torcedores com carinho e tom de humor.

Mick Jagger chegou ao Brasil no último domingo (6) e curtiu os dias de folga com Lucas. Ele está hospedado em São Paulo (SP) e pretende assistir aos últimos jogos da Copa do Mundo, no sábado (disputa de terceiro lugar) e domingo (final).

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.