segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Jon Bon Jovi é comparado a terrorista por torcedores de time de futebol americano
segunda-feira, agosto 18, 2014


Uma conta na rede social Twitter voltada a torcedores do time de futebol americano Buffalo Bills divulgou, na semana passada, uma camiseta que deprecia Jon Bon Jovi. A estampa pode ser vista na imagem acima. 

O músico é criticado na estampa da camiseta, comparado a tiranos e terroristas como Saddam Hussein, Osama Bin Laden e Muammar Gaddafi. Com exceção de Jon Bon Jovi, todos estão marcados como se estivessem mortos e só faltasse o líder da banda Bon Jovi. 

O repúdio ao cantor se justifica porque ele, com um grupo de investidores, pretende comprar o Buffalo Bills, após a morte do antigo dono do clube, Ralph Wilson. Bon Jovi quer tirar o time da cidade de Buffalo, Nova Iorque, e levá-lo para Toronto, no Canadá. 

Jon Bon Jovi e seu grupo de empresários ofereceram US$ 900 milhões pelo Buffalo Bills, que é um dos clubes mais tradicionais da NFL, liga de futebol americano dos Estados Unidos. Ele compete com as ofertas de Donald Trump (US$ 1 bilhão) e Terry Pegula (US$ 1,3 bilhão). 
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.