sexta-feira, 8 de agosto de 2014

Nova acusação de abuso infantil contra Michael Jackson é feita
sexta-feira, agosto 08, 2014


Mesmo morto há cinco anos, Michael Jackson ainda é alvo de ações jurídicas. Segundo informações do jornal The Independent, um homem chamado James Safechuck, de 36 anos, acusa o cantor de abusá-lo sexualmente quando ele tinha 10 anos. 

Nesta época, James Safechuck trabalhou com Michael Jackson em comerciais da marca de refrigerantes Pepsi. Segundo a denúncia, o abuso foi feito mais de 100 vezes em quatro anos, até o menino chegar à puberdade. 

Howard Weizman, advogado do espólio de Michael Jackson, contestou a acusação de James Safechuck em entrevista à E! News. "A denúncia foi feita cinco anos após a morte de Michael, mais de 20 anos após o suposto acontecimento do ocorrido", disse. 

O advogado acredita que a acusação de Safechuck, que será avaliada pela justiça norte-americana no dia 4 de setembro, não faz sentido por outro motivo em especial. "Ele já deu um testemunho sob juramento que Michael nunca fez nada indevido com ele", afirmou.

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.