quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Mais 10 músicos que cantam tão bem quanto os vocalistas de suas bandas
quinta-feira, setembro 25, 2014


Muitos comentários na primeira parte desse artigo sugeriram nomes para este segundo texto, que já era planejado. Confira abaixo dez nomes de instrumentistas que cantam muito bem e poderiam até mesmo assumir as vagas de vocalistas principais de suas bandas.

John Frusciante (ex-Red Hot Chili Peppers): Em diversas ocasiões, os backing vocals do ex-guitarrista do RHCP se sobressaíam em relação à voz principal de Anthony Kiedis. Na sua carreira solo, é possível entender melhor como John Frusciante é um grande cantor.



Jerry Cantrell (Alice In Chains): O guitarrista que é quase vocalista do Alice In Chains. Jerry Cantrell é co-vocalista de praticamente todas as músicas da banda. Os duetos estão sempre presentes, seja ao lado de Layne Staley (descanse em paz) ou William DuVall. Além disso, Cantrell tem uma interessante carreira solo onde assume o microfone principal.



Daron Malakian (System Of A Down): O guitarrista do SOAD sempre marca presença nos backing vocals agudos em contraste à voz grave de Serj Tankian. Além disso, ele já teve diversas oportunidades de assumir os vocais principais nas músicas da banda. Uma delas, "Lonely Day", é um dos maiores hits do grupo. No seu projeto solo, Scars On Broadway, também demonstra sua potente voz.



David Bryan (Bon Jovi): O tecladista do Bon Jovi não costuma aparecer muito no palco. Discreto, ele também ajuda nos backing vocals, mas poucos conseguem perceber como ele canta bem. Uma versão para a música "In These Arms", do Bon Jovi, com David Bryan nos vocais, ajuda a mostrar melhor como ele é bom também no microfone.




Jimmy "The Rev" Sullivan (ex-Avenged Sevenfold): Além de um baterista muito habilidoso, o falecido baterista do A7X era um bom vocalista. Ele cantou trechos de diversas músicas do Avenged Sevenfold, como "Afterlife", "Unholy Confessions" "Critical Acclaim" e "A Little Piece Of Heaven", entre outras. Na demo de "Buried Alive", ele assumiu os vocais e mostrou que também é bom no microfone. Descanse em paz.



Edgard Scandurra (Ira!): O guitarrista e co-vocalista do Ira! sempre demonstrou saúde vocal nas performances ao lado de Nasi e companhia. Mas Edgard Scandurra também tem uma boa carreira solo, que não é tão diferente do Ira! e mostra como ele é um bom vocalista, apesar de sua voz não ser tão marcante.



The Edge (U2): O guitarrista do U2 é do tipo que não se arrisca muito nos vocais, mas quando decide assumir o microfone, arranca aplausos de quem ouve. Além de músicas gravadas em estúdio, como "Van Diemens Land" e "Numb", The Edge também manda alguns sons durante os shows da banda.



CJ Ramone (ex-Ramones): O ex-baixista dos Ramones ficou pouco tempo na banda, mas mostrou que poderia assumir os vocais até mesmo em alguma ausência emergencial do icônico Joey Ramone. O vocal de CJ Ramone faz o estilo punk, típico dos Ramones: pouco técnico, mas enérgico.



Don Brewer (Grand Funk Railroad): Mark Farner é, claramente, o homem de frente do Grand Funk Railroad. Mas a voz de Don Brewer o colocaria facilmente como o principal vocalista. Um dos maiores hits da clássica banda de rock setentista é "We´re An American Band", cantada pelo baterista.



Richard Wright (ex-Pink Floyd): O falecido tecladista do Pink Floyd era visto como o terceiro vocalista, atrás de Roger Waters e David Gilmour. Mas algumas das músicas que Richard Wright canta são verdadeiros clássicos, como "Echoes", "Time", "Us And Them" e outras. Descanse em paz.



Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.