quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Conheça o restaurante comunitário de Jon Bon Jovi, onde os pratos não têm preço
quinta-feira, outubro 23, 2014


Além de ser vocalista de uma das maiores e mais lucrativas bandas de rock dos últimos 30 anos, o Bon Jovi, Jon Bon Jovi também tem trabalhado em projetos sociais. Em 2012, por exemplo, ele doou mais de US$ 1 milhão para vítimas do furacão Sandy, nos Estados Unidos. 

A forma mais ativa com a qual ele trabalha com a caridade é o seu restaurante, Soul Kitchen, comandado pela sua fundação, JBJ Soul Foundation, que existe desde 2006. Em tradução livre, "soul kitchen" significa "cozinha da alma" - e é com esse objetivo que Jon Bon Jovi gerencia o estabelecimento. 

O restaurante comunitário completou três anos de existência neste mês e está no distrito de Red Bank (Nova Jérsei, Estados Unidos). A ideia do estabelecimento, operado por voluntários, é oferecer refeições para quem precisa e cada um paga o que puder. 

Clientes com melhor condição financeira podem pagar acima do preço sugerido, e o valor excedente fica para que pessoas sem muitos recursos possam comer por um valor mais baixo ou até gratuitamente. Quem não puder pagar, pode trabalhar na cozinha por um tempo em troca de refeições para a própria pessoa ou família. 

Abaixo, estão disponíveis algumas fotos do restaurante e um vídeo, em inglês, que apresenta a JBJ Soul Foundation. 







Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.