sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Livro mostra lista de exigências absurdas de estrelas da música
sexta-feira, outubro 31, 2014



A escritora Sue Richmond lançou recentemente um livro chamado "Excess All Areas: A Lighthearted Look at the Demands and Idiosyncrasies of Rock Icons on Tour" ("Excesso em todas as áreas: um rápido olhar sobre as exigências e idiossincrasias de ícones do rock em turnês", ainda sem tradução para o português).

A obra, que só foi lançada nos Estados Unidos até o momento e ainda não chegou ao Brasil, traz uma série de listas de exigências excêntricas feitas por estrelas da música ao longo dos anos. Sue Richmond tem experiência para tal: ela começou no ramo da indústria fonográfica na década de 1980 e tem um selo musical desde os anos 1990. Ela sempre teve que lidar com músicos populares e, ao lado da revista britânica "Q", preparou o livro com as revelações.

A autora ressalta no livro que os pedidos são absurdos, mas geralmente cumpridos - caso contrário, os artistas podem cancelar as apresentações. "Apesar de muitas dessas listas parecerem ridículas, elas são levadas a sério pela produção e, caso não sejam cumpridas, eles podem enfrentar a ira de um público de milhares de pagantes", afirmou.

Confira abaixo dez listas separadas pelo jornal New York Post (com exceção dos pedidos dos Beatles e de Elvis Presley, as demais solicitações são bem incomuns):

Iggy Pop: a lista mais incomum entre todas pede sete anões para recebê-lo no camarim, pizzas para dar a moradores de rua e ramos de brócolis pré-cortados, para ficar mais fácil de jogar fora.


Van Halen: uma lista bem excêntrica, com 53 páginas, pedia, entre outros itens, um tubo grande de gel KY e pacotes do chocolate M&Ms sem nenhum marrom.


Mötley Crüe: um balde de gelo, quatro velas, uma jiboia (não pode ser menor do que 4,5m), uma machete, uma faca de aço inoxidável de combate com lâmina dupla (não serrilhada) e uma submetralhadora automática Kecler & Koch MP-5 SD com 500 cartuchos de 9mm.


Elton John: um sofá de 1,80m de comprimento e outro de dois lugares, poltronas, luminárias de mesa e de chão, mesa de café, seis mesas com comidas (cobertas com toalhas de linho branco), plantas e, a mais incomum, arranjos grandes de flores (exceto crisântemos, lírios, cravos ou margaridas).


James Brown: secador grande de cabelos, ferro e tábua de passar roupas, toalhas, sabonete, bandeja com carnes e queijos variados, café, chá, refrigerantes, Gatorade, champanhe (Cristal ou Dom Perignon) e, a mais incomum, um carrinho de golfe elétrico.


Beatles: uma televisão em preto e branco com algumas Coca-Colas.


Elvis Presley: dez refrigerantes e quatro copos de água.


Amy Winehouse: uma garrafa de vodca Absolut, uma garrafa de bourbon Jack Daniels, uma seleção de cervejas boas (para a banda), uma caixa de chá PG Tips, água, frango defumado, arroz com ervilhas, pizza (marguerita), sanduíches vegetarianos e não-vegetarianos, Doritos, amêndoas e bananas, cigarros Camel Light, várias fragâncias de incensos, toalhas e, a mais incomum, uma placa para a porta que diga: "só grandes caras podem entrar".


>Eminem: duas garrafas de rum Bacardi, duas garrafas de conhaque Hennessy, quatro garrafas de água mineral, duas caixas de Mountain Dew (bebida à base de cafeína) importadas dos Estados Unidos, quatro garrafas de suco de laranja, bandejas de frutas sortidas e uma seleção de Taco Bell (fast-food mexicano), importado dos Estados Unidos.


Interpol: duas garrafas de vodca Ketel One, duas garrafas de uísque Jamesons, uma garrafa de tequila Sauza Silver, 48 garrafas de cerveja Stella Artois, 24 garrafas de cerveja Corona, uma garrafa de vinho tinto, 12 latas de Coca-Cola, uma caixa de Emergen-C, um galão de suco de laranja natural e um maço de aipo.


Stereophonics: uma piñata em forma de bunda com charutos cubanos e licor de chocolate meio amargo Cacique, uma caixa de fogos de artifícios, um rolo de fita adesiva preta e um aparelho de DVD com a seguinte coleção de filmes: "Twin Town", "Os bons companheiros", "Alfie" (versão original com Michael Caine), "Selvagens cães de guerra", "O desafio das águias", "Operação dragão", "Rebeldia indomável" e "Garganta profunda".

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.