sexta-feira, 14 de novembro de 2014

AC/DC: pela primeira vez, Angus Young fala sobre prisão de Phil Rudd e doença de Malcolm Young
sexta-feira, novembro 14, 2014


Durante entrevista concedida ao site da revista Rolling Stone, publicada nesta sexta-feira (14), Angus Young falou sobre o momento de turbulência vivido pela banda nos últimos meses, com o afastamento do também guitarrista Malcolm Young e do baterista Phil Rudd. Malcolm, que está tratando de problemas de demência, já era esperado como desfalque há algum tempo, mas a questão com Phil, após ser preso, suspeito de contratar um assassino de aluguel para matar dois homens, não era aguardada.

De acordo com Angus Young, o produtor Brendan O'Brien deu uma chance para que Phil Rudd aparecesse, porque ele atrasou 10 dias para chegar a Vancouver, Canadá, onde o disco estava sendo gravado. "Não somos uma banda que gosta de ficar esperando. Brendan disse que, se Phil não chegasse em uma sexta-feira, contrataríamos outro baterista", afirmou.

Phil Rudd chegou e, de acordo com Angus Young, "fez o que deveria ser feito". Mas, segundo o guitarrista, o baterista não estava em sua melhor forma. "Já o vi melhor. Não é o Phil que conhecíamos, em comparação ao fim da última turnê. Ele se deixou levar", disse Young, sugerindo que Rudd estivesse envolvido com vícios.

Sobre Malcolm Young, o irmão Angus falou a primeira vez em público. "Isso vem acontecendo há muito tempo. Os sintomas começaram a aparecer antes do último disco, lançado em 2008. Mas ele ainda era capaz de saber o que queria. Eu o perguntava se ele estava fazendo o que queria e ele dizia 'com certeza'", contou.

Entre 2008 a 2010, Malcolm Young precisou de ajuda médica para relembrar muitas coisas, como riffs que ele criou para hits do AC/DC. Segundo Angus, Malcolm ainda não ouviu "Rock Or Bust", novo disco da banda, que já está finalizado. "Ele ainda gosta da música dele. Gostamos de garantir que ele esteja com seu Chuck Berry e Buddy Holly", disse.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.