quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Lista: estrelas da música que se envolveram em casos de sex tapes
quinta-feira, novembro 20, 2014



Os casos de sex tapes que envolvem celebridades se tornaram cada vez mais recorrentes. Vazamentos, no geral, acontecem mais nos dias de hoje: de dados ou arquivos no geral, até mesmo íntimos de pessoas famosas.

No mundo da música, há uma série de figurinhas carimbadas que se notabilizaram por vazamentos de vídeos íntimos. Abaixo, uma lista com os casos mais notáveis.

Tommy Lee (Mötley Crüe): o baterista de uma das maiores bandas de hard rock dos Estados Unidos foi, praticamente, o pioneiro na "arte" do vazamento de sex tape. Em 1995, vazou um vídeo dele com sua esposa à época, a atriz Pamela Anderson. A fita foi roubada da casa deles e vendida na já promissora internet.


Bret Michaels (Poison): Pamela Anderson não teve sorte com a internet. Em 1998, outra sex tape da atriz vazou, desta vez com Bret Michaels, vocalista do Poison. O filme foi registrado antes mesmo da primeira sex tape vazada, com Tommy Lee - ou seja, antes de 1995. Michaels conseguiu impedir a comercialização da fita por meio de uma ação judicial.


Vince Neil (Mötley Crüe): na época em que estrelas do rock ainda estavam em voga, as sex tapes de rockstars ainda faziam sucesso. Vince Neil, vocalista do Mötley Crüe, se envolveu em um caso de uma fita gravada com duas estrelas do mundo pornô.


Fred Durst (Limp Bizkit): uma sex tape de Fred Durst, vocalista do Limp Bizkit, com sua ex-namorada, vazou na internet em 2005. O cantor disse que a gravação foi roubada de seu computador e processou dez sites que disponibilizaram o registro.


Scott Stapp (Creed) e Kid Rock: os cantores Scott Stapp, do Creed, e Kid Rock se envolveram em um caso de sex tape em 2006. Os registros mostram os dois vocalistas em uma festinha particular com quatro mulheres, em um ônibus de turnê.


Ray J: o cantor Ray J acabou por dar fama à hoje modelo milionária Kim Kardashian, com quem namorava em 2003. No ano de 2007, uma sex tape do casal vazou na internet. Ela o processou e faturou US$ 3 milhões.


Tupac: um caso póstumo. O já falecido rapper Tupac Shakur passou perto de se tornar um caso de sex tape pública. Uma pessoa disse, em 2011, ter um vídeo, de 1991, em que mulheres faziam sexo oral no rapper enquanto ele cantava. Alguns sites divulgaram imagens do registro, o que o torna real. No entanto, a venda nunca aconteceu.


Jennifer Lopez: uma sex tape com mais de 15 minutos de duração da cantora Jennifer Lopez com seu ex-marido, Ojani Noa, foram divulgadas na internet. Ela conseguiu bloquear os vídeos da web.


Iggy Azalea: o caso de Iggy Azalea ainda permanece um mistério. Os rumores de que uma sex tape da cantora estava à venda começaram em setembro. Os advogados defenderam que talvez possa ser Iggy no vídeo, mas que ela teria menos de 18 anos no registro, o que não permite qualquer divulgação do material.


Usher: o caso mais recente é, sem dúvidas, do rapper Usher. Um vídeo do cantor com a ex-esposa, Tameka Raymond, está à venda nos Estados Unidos. Ainda não há confirmados se o casal está realmente no vídeo, mas os advogados do rapper trabalham no caso.

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.