segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Ozzy Osbourne afirma que show de rock é melhor do que sexo e critica Bono, do U2
segunda-feira, novembro 24, 2014


Durante entrevista concedida ao site Consequence Of Sound, o cantor Ozzy Osbourne falou sobre assuntos variados, além da própria carreira. Abaixo, as respostas de Osbourne, divididas em tópicos: 

Sobre aposentadoria (Ozzy tem 65 anos, faz 66 em 3 de dezembro e está há quase 45 na indústria fonográfica): 

Ozzy Osbourne: "Quando fiz minha última turnê, fiz um meet and greet, para dizer olá às pessoas. Você ficaria surpreso com o número de pessoas que perguntaram se eu faria algum disco solo novamente! Nunca disse que não iria. Black Sabbath é diferente, não é minha banda, sou integrante dela". 

Sobre o U2 e seu novo disco, "Songs Of Innocence": 

Ozzy Osbourne: "Gostava de algumas coisas antigas deles, mas para ser honesto, aquele Bono (vocalista) me irrita. Ele fez o nome dele falando sobre as pessoas famintas da África. Não gosto do que ele faz. Penso que recebemos notícias ruins o tempo todo. Quando as pessoas querem ouvir música, querem se afastar dessas más notícias". 

Sobre o trabalho: 

Ozzy Osbourne: "Não há nada como um bom e velho show de rock and roll. É a melhor coisa quando tudo está em seu lugar certo e o clima colabora. Um bom show de rock and roll para mim é melhor do que sexo". 

Sobre o que Sharon Osbourne, esposa e empresária de Ozzy, acha de Bruno Mars: 

Ozzy Osbourne: "Minha esposa acha que ele é a melhor coisa desde o pão, e que ele é fora de série. Fico feliz de ver isso". 
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.