terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Cantora do Sonic Youth detona Lana Del Rey: "não sabe o que é feminismo"
terça-feira, fevereiro 24, 2015


A vocalista, baixista e guitarrista Kim Gordon, da banda Sonic Youth, fez duras críticas sobre a cantora pop Lana Del Rey em sua autobiografia, intitulada "Girl in a band" (obra ainda sem versão nacional).

Durante o livro, Kim Gordon afirma que Lana Del Rey tratou a autodestruição com glamour, especialmente em uma entrevista concedida no ano passado ao jornal The Guradian. Na publicação, Lana disse que gostaria de estar morta, como Kurt Cobain e Amy Winehouse, porque "considerava glamouroso morrer jovem".

Em uma passagem da obra, Kim Gordon diz que "hoje temos pessoas como Lana Del Rey, que mal sabem o que é feminismo, e acham que as mulheres podem fazer o que desejam, o que, em seu mundo, resulta em autodestruição". Ainda no trecho do livro, a integrante do Sonic Youth disse que Lana é um "personagem" e convidou a cantora a entrar no mundo das drogas. "Se ela realmente pensa que é bonito quando jovens artistas mergulham nos vícios e em depressão, por que ela não está nessa?", afirmou.


Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.