quarta-feira, 22 de abril de 2015

Viúva de Chorão diz que cantor saía de casa para usar cocaína em hotel
quarta-feira, abril 22, 2015


Mulher do vocalista Chorão, do Charlie Brown Jr, por duas décadas, Graziela Gonçalves voltou a falar sobre o cantor para a imprensa. Ela não se pronunciava desde os primeiros dias após a morte dele, no início de 2013. Apesar de separada do vocalista na época do falecimento, Graziela ainda não havia oficializado o divórcio. 

Durante entrevista concedida para a edição de abril da revista Trip, Graziela Gonçalves conversou sobre a situação de Chorão em seus últimos anos. O cantor, que morreu em decorrência de uma overdose, sofreu com a dependência química especialmente após 2005, após o fim da formação original do Charlie Brown Jr. "Ele tinha paranoias pesadas quando estava ruim. E crises gigantescas de ciúme. Falou pro irmão: a Graziela tá me traindo, tô saindo de casa. Na verdade, ele precisava de uma desculpa pras pessoas, porque estava saindo de casa pra ir cheirar pó em hotel", revelou. 

Graziela também falou sobre o período inicial do relacionamento com Chorão. "O Alê (apelido para Alexandre, nome de batismo de Chorão) me ganhou porque era o oposto do que aparentava. Tinha fama ruim, brigava, pegava a mulherada. Mas, quando se aproximou, foi muito fofo. Um cavalheiro com 22, 23 anos. Não era maloqueiro. Eu tinha receio, ele já tinha filho. Mas tinha coisas tipo me pedir em namoro pro meu pai. Virou queridinho da família", disse. 

Com os planos de escrever um livro para contar sobre o que viveu com Chorão, a viúva disse, ainda, que ainda está de luto pela morte do cantor. "Estou no processo, porque tem dias que ainda são muito difíceis pra mim. Às vezes é uma frase que eu vejo, é um cheiro que vem, é uma lembrança. Depois de dois anos, vejo o quanto foi especial e raro o que eu vivi", afirmou. 
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.