segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Ultraje A Rigor: Roger discute com público e diz: "tratado como lixo por equipe dos Rolling Stones"
segunda-feira, fevereiro 22, 2016


Roger Moreira, líder do Ultraje A Rigor, discutiu com um grupo de pessoas que estava na pista VIP do Maracanã para o show dos Rolling Stones, no último sábado (20). O músico relatou também, pelas redes sociais, ter sido "tratado como lixo" pela equipe do conjunto britânico. O grupo paulista foi escalado para fazer a apresentação de abertura da noite.

Marcada para ter início às 19h, a apresentação do Ultraje A Rigor começou atrasada, conforme relatado pelo site do jornal Folha de S. Paulo, em função da forte chuva que caiu no Rio de Janeiro. Ainda segundo a publicação, um grupo de pessoas da pista VIP começou a vaiar a banda e chamar Roger Moreira de "coxinha" - o músico é crítico notável do governo de Dilma Rousseff - logo após o fim da execução de "Inútil".

Roger interpretou que as pessoas que o criticavam na pista VIP eram apoiadoras do atual governo e, em menção ao processo de impeachment de Dilma Rousseff, afirmou: "vocês vão cair". Em seguida, disse: "coxinha é a mãe de vocês". A música que deu sequência ao repertório foi "Filha da puta" e o frontman ainda dedicou a execução ao grupo de críticos. "Essa música vai para essa galera aí", disse.

Houve problemas, também, nos bastidores. Pelas redes sociais, Roger Moreira revelou como foi o tratamento que o Ultraje A Rigor recebeu durante o evento. "O gerente de palco dos Rolling Stones me deu 10 minutos para sair do Maracanã. Fomos tratados como lixo o tempo todo. Nunca mais. Rolling Stones são foda, mas equipe importada, estou fora. Nós somos lixo para eles", disse o músico.

Veja as publicações de Roger Moreira:



Respostas

O guitarrista do Ultraje A Rigor, Marcos Kleine, explicou, por meio de uma publicação nas redes sociais, o episódio que motivou as respostas de Roger Moreira em cima do palco. De acordo com Kleine, Roger se desentendeu somente com uma pessoa da pista VIP. "Uma pessoa, um ser humano ficou enchendo o saco chamando Roger e nós de coxinhas. Mais irônico que o cara estava na área premium que custava só 900,00. É engraçado e irônico! Roger respondeu e o show seguiu normalmente. Vi a cara do figura e ele estava constrangido depois do ocorrido. Ficou quieto e até cantou música", afirmou.

Ainda segundo Kleine, não foi somente a chuva que atrasou a apresentação do Ultraje A Rigor na noite de sábado (20), diferente do que foi notificado pela Folha de S. Paulo. "Matéria da Folha que está circulando por aí é uma calunia absurda. Chegamos meio dia no Maracanã a pedido da produção para passagem de som. Por motivos diversos atrasou tudo, aliás pouca gente sabe, mas existia até a possibilidade de não ter nenhum show ontem [sábado, 20] por problemas técnicos diversos que a equipe do Rolling Stones estava enfrentando. Mick Jagger esteve no estádio para conferir se realmente existiam condições para a realização do show", disse.

Já sobre o incidente nos bastidores, Roger Moreira revelou que o responsável pela equipe de apoio dos Rolling Stones entrou em contato para pedir desculpas. "Fico feliz em dizer que o Crew Manager dos Stones veio pedir desculpas. Não se trata de humilhar ninguém, trata-se de não aceitar humilhação", afirmou.

Veja as publicações de Marcos Kleine e Roger Moreira:


Vamos lá. Matéria da folha que está circulando por aí é uma calunia absurda. Chegamos meio dia no Maracanã a pedido da...
Publicado por Marcos Kleine em Domingo, 21 de fevereiro de 2016


Brincadeira de fã?

Um internauta publicou, no Facebook, uma versão diferente para o suposto entrevero entre Roger Moreira e fãs da pista VIP. O homem reforça que Roger se desentendeu apenas com uma pessoa da plateia e afirma que o responsável pelas provocações era, na verdade, fã do Ultraje A Rigor.

O depoimento do internauta foi compartilhado por Roger Moreira. Confira:

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.