sexta-feira, 4 de março de 2016

De bobó a vodka: saiba quais são as exigências de camarim dos Rolling Stones
sexta-feira, março 04, 2016


A última apresentação da atual turnê dos Rolling Stones, batizada de "Olé", no Brasil, aconteceu na última quarta-feira (2). Depois de uma data no Rio de Janeiro e duas em São Paulo, a banda tocou em Porto Alegre, para 48 mil pessoas.

Com cinco décadas em atividade, a banda tem cacife para entregar a lista de exigências que quiser. No entanto, os setentões não pedem nada de extravagante. Apenas solicitam o que há de melhor em comidas e bebidas, além, é claro, de alguns caprichos específicos. As informações são do site da revista Veja.

Os músicos pedem uma grande variedade de bebidas para antes e depois dos shows. Nem todas são alcoólicas, apesar da fama dos integrantes. São solicitadas doze garrafas de água, leite desnatado, água tônica, energético e refrigerante, além de caixas de chá inglês e hortelã. Para as bebidas quentes, pede-se rodelas de limão e açúcar branco e mascavo.

Entre as bebidas alcoólicas, exige-se vinho branco das marcas Sauvignon Blanc ou Chablis, champanhe Moët Chandon Brut e vodka. A cerveja também é indispensável: pode ser Heineken ou Stella Artois.

Refeições 

Com relação à comida, os Rolling Stones pedem muitas frutas, como bananas orgânicas, abacates, tomates, morangos, laranjas, maçãs, ameixas, amoras e framboesas. Além disso, para petiscar, são solicitados chocolate preto, diferentes tipos de batatas fritas, bala de goma, caramelo e homus, um prato árabe.

Já para o prato principal, a maior exigência fica por conta do guitarrista Keith Richards. Ele pede uma torta de frango com cogumelos e uma Shephers Pie, tradicional da Inglaterra e feita com carne moída. A receita é encaminhada para os chefs locais antes de cada apresentação e precisa ser feita à risca. Amostras são enviadas para a equipe da banda, que prova e checa se realmente está de acordo com o gosto de Richards.

Vale destacar que as comidas devem ser servidas em mesas com toalhas de mesa pretas. Em São Paulo, as exigências foram passadas para a chef Rita Atrib, de um buffet da zona sul paulistana.

Há, também, exigências para as refeições feitas fora do camarim. O chef contratado é responsável por preparar almoços e jantares da banda, dos convidados e familiares, da sala VIP e da sala de imprensa. São servidos pratos típicos de cada país. Para o Brasil, bobó de legumes e moqueca foram solicitados.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.