quarta-feira, 27 de abril de 2016

Cachê de grandes artistas brasileiros cai em tempos de crise; veja lista
quarta-feira, abril 27, 2016


Desde 2015, com a crise econômica vivida pelo Brasil atualmente, os cachês astronômicos cobrados por grandes artistas têm reduzido. Os números continuam em queda livre, de acordo com a coluna Ooops!, assinada por Ricardo Feltrin no portal UOL.

A atual situação econômica, que também não tem perdoado a indústria do entretenimento, se reflete até mesmo em cachês que vinham em crescimento ou estabilidade até o fim do ano passado. Exemplos de Luan Santana, Jorge & Mateus e até de Wesley Safadão, considerado o artista do momento.

A maior queda registrada no levantamento divulgado pela coluna de Feltrin foi justamente no valor cobrado por Wesley Safadão. O cantor, que cobrava entre R$ 500 mil e R$ 800 mil por apresentação até 2015, precisou abaixar o preço para R$ 200 mil - queda estimada entre 60% e 75%.

Até o cachê de Roberto Carlos sofreu reajuste com a crise, de acordo com a coluna. Com agenda bastante enxuta, o Rei cobra R$ 1 milhão por apresentação. Agora, o valor solicitado é de R$ 750 mil - ou seja, queda de 25%.

De acordo com a coluna de Ricardo Feltrin, os valores reajustados são de contratos recentes, mas que correspondem a apresentações futuras. Os shows são fechados com meses de antecedência, então, as cifras menores devem ir ao bolso dos artistas somente daqui algum tempo. Ainda segundo o jornalista, nenhum grande nome da música nacional tem sofrido com dificuldades financeiras - trata-se, somente, de readequação ao mercado atual.

As informações, evidentemente, não foram confirmadas pelos artistas de forma oficial. Veja a lista divulgada pela coluna Ooops! na íntegra:

- Roberto Carlos 
Antes: R$ 1 milhão
Agora: R$ 750 mil
Redução de 25%

- Wesley Safadão 
Antes: entre R$ 500 mil e R$ 800 mil
Agora: R$ 200 mil
Redução entre 60% e 75%

- Jorge & Mateus 
Antes: R$ 400 mil
Agora: R$ 320 mil
Redução de 20%

- Ivete Sangalo 
Antes: R$ 350 mil
Agora: R$ 250 mil
Redução de 28,5%

- Claudia Leitte 
Antes: R$ 300 mil
Agora: R$ 175 mil
Redução de 41,6%

- Gusttavo Lima 
Antes: R$ 320 mil
Agora: R$ 220 mil
Redução de 31,25%

- Fernando & Sorocaba 
Antes: entre R$ 250 mil e R$ 300 mil
Agora: R$ 150 mil
Redução entre 40% e 50%

- Victor & Leo 
Antes: entre R$ 240 mil e R$ 280 mil
Agora: R$ 110 mil
Redução entre 54,1% e 60,7%

- Luan Santana 
Antes: R$ 200 mil
Agora: R$ 160 mil
Redução de 20%

- Paula Fernandes 
Antes: R$ 150 mil
Agora: R$ 120 mil
Redução de 20%

- Anitta 
Antes: R$ 80 mil
Agora: R$ 40 mil
Redução de 50%

- Nando Reis 
Antes: R$ 65 mil
Agora: R$ 35 mil
Redução de 46,1%

- Naldo Benny 
Antes: R$ 30 mil
Agora: R$ 6 mil
Redução de 80%
Categoria:
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.