terça-feira, 26 de abril de 2016

Quatro dos 15 shows mais lucrativos de 2016 até agora aconteceram no Brasil
terça-feira, abril 26, 2016


De acordo com a seção "Boxscore", do site da revista Billboard, quatro dos 15 shows mais lucrativos do ano de 2016 aconteceram no Brasil. O ranking, de abrangência mundial, não engloba festivais ou eventos conjuntos - apenas shows "solo", com, no máximo, bandas de abertura.

Três apresentações dos Rolling Stones no Brasil estão no ranking. As duas noites no Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP), nos dias 24 e 27 de fevereiro, ocupam o terceiro e o quarto lugar da lista, com faturamento conjunto de US$ 13.213.298,00, enquanto a performance no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS), em 2 de março, está no sétimo lugar, com rentabilidade de US$ 6.441.579,00. A renda de cada noite, separadamente, não foi divulgada.

O topo da lista também é ocupado pelos Rolling Stones, com as duas apresentações realizadas na Cidade do México, da mesma turnê que passou pelo Brasil. O faturamento total foi de US$ 13.213.298,00 para as noites dos dias 14 e 17 de março.

O Brasil aparece de novo na lista com o show feito pelo Iron Maiden no Allianz Parque, em São Paulo (SP), no dia 26 de março. O faturamento da noite em questão foi de US$ 2.844.250,00.

A seção "Boxscore" divulga informações sobre shows pelo mundo. Dados como faturamento, preço médio de ingressos e público de apresentações de diversos artistas são listadas pelo site da publicação.

Veja o top 15 na íntegra, com informações de público, bilheteria e preço médio:

1. Rolling Stones - Foro Sol, Cidade do México (México) 
Datas: 14 e 17 de março
Público nos dois dias: 117.567 pessoas (média de 58.783 pessoas por noite)
Bilheteria dos dois dias: US$ 13.213.298,00 (média de US$ 6.606.649,00 por noite)
Preço médio do ingresso: US$ 223,62

3. Rolling Stones - Estádio do Morumbi, São Paulo (Brasil) 
Datas: 24 e 27 de fevereiro
Público nos dois dias: 135.656 pessoas (média de 67.828 pessoas por noite)
Bilheteria nos dois dias: US$ 12.255.726,00 (média de US$ 6.127.863 por noite)
Preço médio do ingresso: US$ 139,68

5. Rolling Stones - Estádio Monumental, Lima (Peru) 
Data: 6 de março
Público total: 47.119 pessoas
Bilheteria total: US$ 8.095.011,00
Preço médio do ingresso: US$ 270,55

6. Rolling Stones - Estádio El Campín, Bogotá (Colômbia) 
Data: 10 de março
Público: 40.785 pessoas
Bilheteria: US$ 6.905.869,00
Preço médio do ingresso: US$ 160,59

7. Rolling Stones - Estádio Beira-Rio, Porto Alegre (Brasil) 
Data: 2 de março
Público: 49.073 pessoas
Bilheteria: US$ 6.441.579,00
Preço médio do ingresso: US$ 145,10

8. Guns N' Roses - Arena T-Mobile, Las Vegas (Estados Unidos) 
Datas: 8 e 9 de abril
Público nos dois dias: 28.849 pessoas (média de 14.424 pessoas por noite)
Bilheteria nos dois dias: US$ 6.265.076,00 (média de US$ 3.132.538,00 por noite)
Preço médio do ingresso: US$ 219,75

10. David Gilmour - Madison Square Garden, Nova Iorque (Estados Unidos) 
Datas: 11 e 12 de abril
Público nos dois dias: 28.160 pessoas (média de 14.080 pessoas por noite)
Bilheteria nos dois dias: US$ 3.941.985,00 (média de US$ 1.970.992,00 por noite)
Preço médio do ingresso: US$ 127,50

12. David Gilmour - United Center, Chicago (Estados Unidos)
Datas: 4 e 8 de abril
Público nos dois dias: 28.184 pessoas (média de 14.094 pessoas por noite)
Bilheteria nos dois dias: US$ 3.386.575,00 (média de 1.693.287,50 por noite)
Preço médio do ingresso: US$ 115,00

14. Iron Maiden - Allianz Parque, São Paulo (Brasil) 
Data: 26 de março
Público: 39.583 pessoas
Bilheteria: US$ 2.844.250,00
Preço médio do ingresso: US$ 97,64

15. Bruce Springsteen & The E Street Band - Madison Square Garden, Nova Iorque (Estados Unidos) 
Data: 28 de março
Público total: 18.484 pessoas
Bilheteria total: US$ 2.508.003,00
Preço médio do ingresso: US$ 107,66
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.