segunda-feira, 13 de junho de 2016

Após 'caso Biel', assédio de Jon Bon Jovi a Bruna Lombardi é relembrado na web
segunda-feira, junho 13, 2016


Diferente do que muitos tentam pregar, a internet não tem vida curta. Pelo contrário: quando casos de grande repercussão chegam à web, é comum que situações relacionadas a determinados fatos sejam relembradas por internautas.

Não foi diferente com a denúncia feita por uma jornalista contra o cantor Biel por assédio sexual. Em meio à polêmica sobre o caso, um vídeo de 1993 voltou à tona para reforçar que o comportamento machista pode ser mais comum do que se pensa no meio artístico.

No registro, o cantor Jon Bon Jovi é entrevistado por Bruna Lombardi, para o programa "Gente de expressão", da extinta TV Manchete. Em determinado momento do bate-papo, Lombardi perde a paciência após Bon Jovi afirmar que "gastaria uma grana" para deixá-la feliz.

Na ocasião, Bruna Lombardi havia perguntado sobre a preferência de Jon Bon Jovi no âmbito feminino. "Gosta de mulheres doces, tipo gueixa, ou das fortes?", questionou Lombardi, que ouviu, como resposta: "Não uma como você, que deve ser um osso duro de roer... Dá pra ver que você é cara de se manter".

Impaciente, Bruna Lombardi afirma que o cantor só responde às perguntas com "sim" ou "não" e se surpreende quando Jon Bon Jovi diz que "gastaria uma grana" para deixá-la feliz. "Está brincando? Dinheiro não me faz feliz. Tenho dinheiro suficiente. Não preciso de dinheiro de homem algum. Tenho minha própria carreira", disse.

Nas redes sociais, a postura de Bruna Lombardi foi elogiada por muitos internautas. Houve, porém, quem criticasse a pauta de perguntas da entrevista, que focava na vida pessoal de Jon Bon Jovi.

Assista ao vídeo (o trecho citado na matéria começa a partir dos 2 minutos e 05 segundos):

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.