quarta-feira, 6 de julho de 2016

Quiet Riot: os 30 anos de "QR III"
quarta-feira, julho 06, 2016


Quiet Riot - "QR III"
Lançado em 6 de julho de 1986

Na metade da década de 1980, a situação do Quiet Riot não era das melhores. Após o grande sucesso "Metal Health" [1983], o disco seguinte, "Condition Critical" [1984], desapontou por não ter chegado aos pés do antecessor - apesar de mais de um milhão de cópias terem sido vendidas no ano de seu lançamento.

A pressão interna entre banda e engravatados era grande. Mas a situação azedou de vez quando o vocalista Kevin DuBrow começou a demonstrar muita arrogância em suas aparições na mídia. Ele chegou a afirmar, em entrevistas, que bandas de hard rock da Sunset Strip, como Mötley Crüe e o Ratt, só faziam sucesso graças ao Quiet Riot. Em outro momento de devaneio, ele comparou o QR aos Beatles. Menos, né?

Nesse período, o baixista Rudy Sarzo saiu e foi substituído por Chuck Wright, que já havia sido membro do grupo e foi responsável pela gravação de algumas linhas de baixo de "Metal Health". John Purdell, que já estava no Quiet Riot como tecladista, foi convocado para ser o produtor do novo trabalho da banda.



"QR III" é, sem dúvidas, melhor que o forçado antecessor "Condition Critical". Aqui, o Quiet Riot embarcou de vez na tendência do hair metal e agregou elementos do AOR às suas músicas. Há mais teclados, produção mais estalada e alguns exageros, é verdade - especialmente com sintetizadores.

Ainda assim, trata-se de um disco recheado de boas composições. Tecnicamente, Kevin DuBrow estava muito bem. Os demais músicos também apresentaram suas credenciais, com destaque a Carlos Cavazo, inspirado nos solos.

Só que a fase não era boa. Faltou um hit apropriado e melhor direcionamento de apelo comercial para chegar a um resultado acima da média em "QR III". É um disco interessante, com algumas boas músicas e momentos em que se perde muita força.


Quiet Riot - Twilight Hotel por tophe1212

Comercialmente, "QR III" evidenciou que o Quiet Riot não era mais uma superbanda. O disco chegou à 42ª posição das paradas americanas e não chegou nem a 500 mil cópias vendidas - o que era considerado um fiasco para a época.

Mesmo com o cenário aparentemente negativo - que piorou nos anos seguintes da década de 1980, após a saída de Kevin DuBrow -, "QR III" merece uma chance do ouvinte. Na tracklist, destacam-se as empolgantes "Main Attraction" e "The Wild And The Young", a hardona "Helping Hands" e as boas baladas "Still Of The Night" e "Twilight Hotel" (entre as canções lentas, a minha preferida da banda).



Kevin DuBrow (vocal)
Carlos Cavazo (guitarra)
Chuck Wright (baixo)
Frankie Banali (bateria)

Músicos adicionais:
John Purdell (teclados, sintetizadores)

01. Main Attraction
02. The Wild And The Young
03. Twilight Hotel
04. Down And Dirty
05. Rise Or Fall
06. Put Up Or Shut Up
07. Still Of The Night
08. Bass Case
09. The Pump
10. Slave To Love
11. Helping Hands

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.