quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Alfinetou? Vince Neil diz que foi o único a ficar emotivo com fim do Mötley Crüe
quarta-feira, agosto 17, 2016


Em entrevista ao site Telegram, o vocalista Vince Neil disse que foi o único entre os músicos do Mötley Crüe a ficar emotivo com o fim da banda. O último show do grupo aconteceu em 31 de dezembro do ano passado, no Staples Center de Los Angeles, Estados Unidos.

'Acho que fui o único na banda que ficou emotivo. Tudo veio junto naquela noite. É isso', disse. 'Muitas emoções vieram na minha cabeça. Foi surreal, entende?', complementou.

Apesar do fim do Mötley Crüe, Vince Neil segue na estrada com a turnê solo 'The Legacy Continues'. O projeto de Neil conta com Jeff Blando na guitarra, Dana Strum no baixo e Zoltan Chaney na bateria - praticamente o Slaughter quando Blas Elias não pode cumprir datas.

'[A carreira] nunca parou de verdade para mim. Vivo para isso. Sou um cantor de estrada. Os caras da minha banda dizem 'você soa melhor no terceiro do que no primeiro dia'. Quando estou me apresentando, estou feliz', afirmou.

Por outro lado, Vince Neil deu a entender que não deve gravar álbuns solo. 'Serei sempre o cara que esteve no Mötley Crüe, mas meu primeiro disco ['Exposed', de 1992], com 'You're Invited (But Your Friend Can't Come)', vendeu cerca de um milhão de cópias, então muitas pessoas curtiram essa música, 'Sister Of Pain' e outras. Estou pensando em gravar mais coisas, mas sou mesmo um cantor da estrada. Amo fazer shows legais e divertidos com um grande visual', disse.

Veja também:

- "Exposed", de Vince Neil: uma pérola perdida do hard rock
- Os 50 melhores discos de hard rock do século 21
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.