segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Dee Snider critica Cannibal Corpse, mas pede desculpas em sequência
segunda-feira, outubro 31, 2016


O vocalista Dee Snider (Twisted Sister) disse, em entrevista à Noisey, que jogou o primeiro álbum do Cannibal Corpse no lixo. O cantor fez menção a "Eaten Back to Life", lançado em 1990.

Snider explicou que foi a única vez que jogou algum disco no lixo em 25 anos de rádio. "Para mim, não era artístico de forma alguma. Aquilo era vulgar e desagadável apenas pelo valor do choque. Você fala sobre f*der uma freira com uma faca - era o que dizia uma das músicas", disse.

O cantor disse que é a favor da liberdade de expressão artística, mas que aquilo foi "longe demais". "Quem sou eu para julgar? A música deles deve ser censurada? Não. É a diferença entre uma pessoa que quer decidir pelas outras e quem decide por si só", afirmou.

Depois da entrevista ter se tornado pública, o vocalista do Cannibal Corpse, Chris Barnes, se mostrou ofendido em publicações no Twitter. "Foi meio escroto dizer isto, Dee", afirmou Barnes.

Após trocar algunas mensagens com Chris Barnes, Dee Snider resolveu pedir desculpas pelas declarações à Noisey. "Peço desculpas a Chris Barnes e ao Cannibal Corpse pelo que falei. Poderia ter feito minha declaração sem exagerar. Como Chris disse, foi estúpido de minha parte", disse. Barnes republicou a mensagem, disse que Dee é um de seus heróis e também pediu perdão por qualquer possível "grosseria".
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.