terça-feira, 25 de outubro de 2016

Empresário conta como o Guns N' Roses bagunçou a MTV em 1988
terça-feira, outubro 25, 2016


Em uma recente entrevista ao Uproxx Docs, o executivo Tom Zutaut conta como o Guns N' Roses "bagunçou" a MTV em 1988 - e como ele salvou a banda de um fiasco com "Appetite For Destruction".

O empresário, que foi responsável por trazer o Guns N' Roses à gravadora Geffen, afirma que emissoras de rádio e TV tinham medo da banda. "Havia um movimento anti-Guns N' Roses. Eles eram muito perigosos", afirmou.

Veja também:
- 10 curiosidades sobre o início do Guns N' Roses
- 10 curiosidades sobre o hit "Sweet Child O'Mine"

Tom Zutaut foi desafiado a manter o investimento da gravadora Geffen no Guns N' Roses. O superior de Zutaut queria cortar as despesas relacionadas à banda, visto que, em fevereiro de 1988 (sete meses após o lançamento de "Appetite For Destruction"), apenas 200 mil discos foram vendidos - um fiasco, considerando o investimento da gravadora Geffen em seu novo produto.

Zutaut revelou que foi até David Geffen, dono da gravadora, para pedir ajuda. Bastou que uma ligação feita por Geffen à MTV fizesse com que a emissora tocasse o clipe de "Welcome To The Jungle", somente uma vez, de madrugada. "Foi o melhor que consegui", afirmou David Geffen.

Deu certo. "Acordei com várias ligações perdidas do meu escritório e pensei que queriam me demitir. O cara que mais me ligou era porque tinha uma promoção. Ele disse: 'a MTV adicionou o vídeo e a porta do switch pegou fogo'", afirmou. Segundo ele, a emissora recebeu 10 mil ligações simultâneas graças à exibição única de "Welcome To The Jungle", o que fez o aparelho queimar, em função da sobrecarga.

O resto é história. "Do minuto em que os vi no Troubadour até a banda se desfazer, nós capturamos o último grande suspiro do hard rock no mundo. Não houve mais ninguém depois deles", disse Tom Zutaut.

Veja a versão legendada da entrevista de Tom Zutaut ao Uproxx Docs:

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.