terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Previsões e especulações sobre o rock/metal em 2017
terça-feira, janeiro 03, 2017


No mundo da música, o ano de 2016 ficou marcado por ter sido ruim em geral, devido às mortes de impacto. Todavia, bons discos foram lançados e ótimos shows aconteceram no Brasil.

Em 2017, é provável que voltemos a ter bons discos de bandas de renome nas prateleiras. No metal, o maior destaque é “Machine Messiah”, do Sepultura, que sai em 13 de janeiro. “Gods Of Violence”, do Kreator (27 de janeiro) e “The Grinding Wheel”, do Overkill (10 de fevereiro), também merece atenção.


O cardápio é um pouco mais amplo no hard/classic rock. Além de “Infinite”, do Deep Purple (7 de abril), lançamentos de Gotthard (“Silver”, 13 de janeiro), Black Star Riders (“Heavy Fire”, 3 de fevereiro) e Steel Panther (“Lower The Bar”, 24 de fevereiro) estarão disponíveis para o público logo mais.


Entre as bandas que devem lançar material em 2017, mas ainda sem data marcada, estão Accept, Alice in Chains, Five Finger Death Punch, Iced Earth, Judas Priest, Mastodon, Queens Of The Stone Age, Saxon, Soundgarden e System Of A Down, entre outros. Já o aguardado disco do Guns N’ Roses com Slash e Duff McKagan não deve sair tão cedo, visto que a banda, provavelmente, passará o ano todo na estrada.


No que diz respeito a shows, enquanto 2016 começou com apresentações de grande porte no Brasil, de nomes como Iron Maiden e Rolling Stones, o ano de 2017 será um pouco mais tímido neste aspecto. As performances de maior destaque confirmadas até agora são as de Ace Frehley (março), Korn e Opeth (ambos em abril) e King Diamond (junho), além dos festivais Lollapalooza (março), Maximus (maio) e Rock In Rio (setembro).

Quanto às despedidas, apenas a do Black Sabbath, até o momento, ocorre em 2017. O Aerosmith anunciou que sairá de cena, mas só depois de alguns anos. Mesmo cenário do Deep Purple, que ainda não confirmou a aposentadoria.


Por fim, entre os retornos especulados, o único que parecia ter algum fundamento era o do Skid Row. Todavia, semanas depois de ter revelado que existiam negociações, Sebastian Bach afirmou que o retorno subiu no telhado.

Resta-nos esperar por um 2017 mais movimentado para bons assuntos. Que a seção de Obituário fique parada por um tempo.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.