quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Viúva de Scott Weiland faz desabafo emocionante na web
quarta-feira, janeiro 04, 2017


Em uma publicação feita nas redes sociais, Jamie Weiland, viúva de Scott Weiland, desabafou sobre a sua situação um ano após a morte do cantor. Scott se foi em dezembro de 2015, aos 48 anos, vítima de uma overdose acidental de cocaína, álcool e remédios.

Veja:

"Angústia, anseio, soluço e descrença que eu não tenho como descrever, escuridão que nunca teria considerado possível, um funeral que mal me lembro - noites de insônia, segurando suas cinzas em nossa cama

Dias que se transformaram em semanas, depois meses... total desgosto, ansiedade... passando por tudo insensibilizada. A avalanche de ter que recomeçar completamente a minha vida. Encontrar um novo lugar para morar, tentar trabalhar quando, na maior parte do tempo, mal conseguia formular uma frase. Coração vazio, mente esfacelada em mil pedaços, senão perdida por completo.

Problemas legais, horríveis comentários em mídias sociais... mal-entendidos sobre ele, sobre mim... doloroso, cruel, fora da compreensão.

Como se eu já não tivesse sentido dor suficiente. Um diagnóstico de Transtorno de Estresse Pós-Traumático explicou porque eu não conseguia nem mesmo dirigir ou segurar uma caneta sem tremer. Mas as coisas que vieram após seu falecimento, o que me refiro como presentes secretos... novos amigos, parentes, possibilidades, inspiração. Uma nova visão de mim mesmo, quase como se estivesse me enxergando através dos olhos de Scott.

Ele foi a pessoa que mais acreditou em mim. Sinto seu orgulho e seu apoio, seu amor por mim. Realmente sinto. Não sei como descrever.

E com este amor, com tempo, você se cura. Estou me curando e sou grata pelos anjos de minha vida. Pessoas incríveis que me seguraram em pé nesses momentos em que minha mente, meu coração e minha habilidade em me manter não eram tão boas. Amo vocês. E Scott sabe que eu o amo. Eu digo isto a ele sempre. Sei que ele me escuta."
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.