quinta-feira, 30 de março de 2017

Promotores de show do AC/DC na Espanha são multados graças a Axl Rose
quinta-feira, março 30, 2017


Autoridades da Espanha multaram a empresa Live Nation Spain em 15 mil euros (o equivalente a R$ 50 mil) por não ter ressarcido um grupo de fãs da cidade de Sevilha.

Eles pediram o dinheiro do ingresso de volta após descobrirem que Axl Rose assumiria os vocais, originalmente de Brian Johnson, da apresentação que ocorreria no Estádio Olímpico de Sevilha, em 10 de maio de 2016. No entanto, as reclamações não foram atendidas e o investimento das entradas não foi devolvido.

A ação foi movida pelo grupo de fãs por meio da FACUA, uma espécie de órgão do consumidor espanhol, só que sem ligação com governos (ONG). Em seu texto, a FACUA afirma que houve uma considerável perda no espetáculo ao substituir Brian Johnson por Axl Rose.

Outro detalhe pesou para o pedido de ressarcimento, de acordo com o texto da FACUA: a lesão que Axl Rose sofreu em seu pé. Segundo o comunicado da ONG, isto modificou bastante o espetáculo oferecido.

"No show anterior da turnê, em Lisboa, Axl Rose apareceu no palco sentado e com seu pé quebrado, o que o impedia de se mover durante a performance. Foi outra mudança substancial adicionada à própria mudança de vocalista. A lesão de Rose alterou, evidentemente, as características do show: um motivo a mais para reclamar", diz.

Veja também:
- O AC/DC deve mesmo continuar?
- Com Axl Rose, shows do AC/DC ficaram mais longos
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.