terça-feira, 11 de abril de 2017

Por que o Saxon não cresceu como o Iron Maiden? Biff Byford opina
terça-feira, abril 11, 2017


O Iron Maiden e o Saxon ascenderam de uma mesma leva de bandas integradas ao chamado New Wave Of British Heavy Metal (NWOBHM), consolidado entre o fim da década de 1970 e início dos anos 1980. No entanto, o Maiden acabou conquistando mais fama que o grupo de South Yorkshire.

Em entrevista ao jornalista Mitch Lafon, o vocalista do Saxon, Biff Byford, foi questionado sobre esta situação. E respondeu o motivo pelo qual ele acredita que o Iron Maiden tenha se tornado, comercialmente, maior que o Saxon: para ele, a equipe de profissionais que trabalha em funções extra-palco fez a diferença.

"Acho que eles tinham um time fantástico em volta deles - e ainda têm - e isto fez o diferencial. Eles não estavam cercados pelo 'sim, caras' e nós estávamos, então, nos perdemos um pouco na forma em que compúnhamos e gravávamos nossas músicas", disse.

- Veja também: O boicote que o Iron Maiden sofreu por "The Number Of The Beast"

Ele complementa: "Seria melhor ter seguido com um time campeão. Não está ligado a algo musicalmente ou à moda. Penso que eles tiveram os profissionais certos, no local correto, na hora certa. Eles se jogaram para a América e nós meio que fomos apenas 50% para a América. Lembre-se que éramos, provavelmente, maiores na Europa naquela época".

Byford também foi questionado sobre o motivo pelo qual o grupo não cresceu tanto na América.  "Você está perguntando à pessoa errada. Não sei. Tínhamos as músicas: 'Power & The Glory', 'Wheels Of Steel', 'Strong Arm Of The Law', 'Princess Of The Night', 'Denim And Leather'... acho que foi pela gravadora e pelo time em geral que nos cercou. Não havia motivos para o Saxon não ser uma banda multi-platinada na América, a não ser nossa própria ingenuidade".

O cantor complementa: "'Power & The Glory' (1983) foi bem nas paradas americanas, assim como 'Crusader' (1984). Só não conduzimos isto para que chegasse ao patamar do disco de platina. É simples".

Apesar disso, o vocalista destacou que o Saxon tem muitos fãs na América. "A turnê que estamos fazendo agora (com o UFO), reunimos 3,5 mil pessoas na Costa Oeste e foi fantástico. Temos muitos fãs por lá, bem como uma base de admiradores mais jovens crescendo. Não nos arrependemos", afirmou.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.