segunda-feira, 22 de maio de 2017

Pés de Freddie Mercury tiveram que ser amputados, revela Brian May
segunda-feira, maio 22, 2017


O guitarrista Brian May revelou, em entrevista ao Sunday Times, um pouco sobre as últimas ocasiões que viu o vocalista Freddie Mercury pessoalmente. O cantor do Queen morreu em novembro de 1991, devido a complicações causadas pelo vírus HIV.

Brian May contou que, antes de Freddie Mercury morrer, foi necessário que o cantor amputasse boa parte de seus pés. A doença, segundo May, tomava conta do corpo do vocalista de forma progressiva.

"O problema, mesmo, eram os pés dele. Tragicamente, sobrou bem pouco deles. Uma vez, ele nos mostrou em um jantar e disse: 'oh, Brian, desculpe por ter te incomodado ao mostrar isso'. E eu disse: 'não estou chateado, Freddie, exceto pelo fato de que você tem que conviver com essa terrível dor", afirmou.

O músico relembrou, ainda, que Freddie Mercury morreu pouco antes de grandes avanços nas pesquisas relacionadas à Aids terem sido conquistados. Ainda na década de 1990, surgiram coquetéis de remédios que são capazes de prolongar a vida de pessoas com a doença.

"Ele perdeu por apenas alguns meses. Se fosse um pouco depois, ele ainda poderia estar conosco, tenho certeza", disse May.

Veja também:
- As agonizantes últimas horas de Freddie Mercury
- Em 1992, o show-tributo a Freddie Mercury - e em combate à Aids
- Quanto "We Will Rock You" rende a Brian May?
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.