segunda-feira, 29 de maio de 2017

Gregg Allman e os problemas de saúde que o tirou de cena várias vezes
segunda-feira, maio 29, 2017


Gregg Allman morreu, em 27 de maio de 2017, aos 69 anos. Ainda que seja terrível a morte de qualquer pessoa, seja famosa ou não, não chega a surpreender no caso de Gregg. O músico da Allman Brothers Band batalhou, por muitos anos, contra diversos problemas de saúde.

Os excessos contribuíram para fragilizar a saúde de Gregg Allman. Entre as décadas de 1970 e 1980, Gregg ficou viciado em diversas drogas, incluindo heroína. Somente nos anos 1990, o músico entrou na reabilitação para sanar, de vez, o problema.



Os problemas

Nunca é tarde para abandonar um vício, mas, talvez, as consequências para a saúde de Gregg Allman já estivessem encaminhadas. Em 1999, ele foi diagnosticado com hepatite C, que resultou, em 2010, na necessidade de um transplate de fígado, realizado com sucesso. Foi no fígado, inclusive, que Gregg sofreu com um câncer.

Em outros momentos, Gregg Allman sofreu com fibrilação auricular - que resulta em ritmo cardíaco anormal -, infecção respiratória e hérnia de disco, além das complicações que cada doença poderia lhe trazer. Em 2016, ele chegou a sofrer com uma intensa pneumonia.



Em abril de 2017, rumores davam conta de que Gregg Allman teria dado entrada em uma unidade de cuidados a doentes terminais. O músico negou tais boatos e disse que estava descansando, em sua casa na cidade de Savannah, nos Estados Unidos, mas, dado o histórico de Gregg, não era de se espantar que muitos acreditassem na história falsa.

Sempre muito discreto, Gregg Allman não falava, publicamente, sobre seus problemas de saúde. "Ele manteve tudo de forma privada porque queria continuar tocando até que não pudesse", disse seu antigo empresário, Michael Lehman, em entrevista ao "Chicago Tribune".



Recomendações dos médicos

Cada vez mais consciente da fragilidade de sua saúde, Gregg Allman seguiu as recomendações dos médicos à risca em seus últimos anos. O músico adotou uma dieta vegetariana e livre de glúten, na tentativa de ficar mais saudável.

Outro pedido dos médicos tem a ver com sua carreira: a redução da agenda de shows. Nos últimos anos, Gregg Allman realizou poucas apresentações, pois diversas delas foram canceladas previamente - geralmente, devido a problemas de saúde não especificados.

Em 2011, 2016 e 2017, Gregg Allman chegou a cancelar séries de shows - ou turnês inteiras, em determinados casos - por isso. No ano de sua morte, anunciou, de antemão, que não faria as performances agendadas para junho, devido a seu estado de saúde, e que não cumpriria agenda profissional no ano.

Infelizmente, tais apresentações não aconteceriam mesmo, pois Gregg Allman se foi. Resta-nos desfrutar de sua obra: são dezenas de discos gravados, em estúdio ou ao vivo, em carreira solo ou com a Allman Brothers Band. Descanse em paz, Gregg.

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.