sexta-feira, 16 de junho de 2017

Músico diz ter inventado o personagem Papa Emeritus, do Ghost
sexta-feira, junho 16, 2017


Mais um problema surgiu na vida de Tobias Forge. O cantor já enfrenta uma ação judicial movida pelos ex-músicos do Ghost, que o acusam de se apropriar indevidamente da participação dos lucros. Agora, um homem diz ter criado o personagem de Forge nos palcos, o Papa Emeritus.

O suposto inventor do personagem é um músico sueco chamado Pelle "Peter" Hällje, que chega a ser citado no processo movido pelos ex-músicos do Ghost. Pelle diz que criou o nome e a ideia de Papa Emeritus e acabou deixando que Tobias Forge fizesse uso do conceito.

Conforme apontado pelo site Barametal, Hällje nunca tocou com o Ghost, mas era amigo de vários membros desde antes do grupo ficar famoso. Ele compartilhou sua ideia para o personagem Papa Emeritus a Martin Persner, um dos ex-integrantes do Ghost que não está envolvido na ação judicial - e é um dos poucos que já receberam créditos autorais. Foi por meio de Persner que Hällje deu permissão para que a ideia da persona fosse utilizada.

Aparentemente, Hällje não está atrás de dinheiro ou reconhecimento. Ele é citado na ação, mas não está necessariamente envolvido nela. Veja, abaixo, um resumo da explicação do músico sobre a criação do personagem Papa Emeritus.

"Por volta de 2005, fiz um rascunho de um personagem de palco para mim, chamado Papa Emeritus. Estudei filosofia na universidade e comecei a ponderar o título 'Professor Emeritus', que é de professor aposentado. A ideia é que nenhum Papa se aposenta, ele só deixa o posto quando morre. Então, um Papa Emeritus é alguém que morreu e voltou. Não foi para o céu", diz.

Ele comenta que teve a ideia de uma imagem mais ao estilo classic blues rock, ao estilo Reverend Horton Heat ou Danko Jones. "Ele usaria uma roupa branca de clero e uma margarida negra. [...] Martin Persner foi uma das poucas pessoas com quem falei sober Papa Emeritus. Tobbe estava na banda (Magna Carta Cartel, pré-Ghost) e eu toquei com eles um pouco, mas sem contato com ele. Martin levou a ideia para Tobbe", afirmou.

O músico diz que Martin entrou em contato para usar o conceito e ele aceitou. "Contei a Tobbe sobre isso muito tempo depois, em 2014, que pensei que ele havia dado pouco crédito a isso, mas ele disse que pensou ter agradecido em outra ocasião e que estava tudo bem. Tobbe sabia que não tinha os direitos sobre o Papa Emeritus", comentou.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.