sexta-feira, 30 de junho de 2017

"Pelo menos eles têm coragem", diz Corey Taylor sobre Linkin Park
sexta-feira, junho 30, 2017


Após ter feito críticas às declarações de Chester Bennington sobre a recusa dos fãs em aceitar o novo trabalho do Linkin Park, "One More Light", o vocalista Corey Taylor (Slipknot, Stone Sour) resolveu tecer elogios à postura do grupo. Taylor disse, em entrevista ao site Alternative Press, que, pelo menos, o grupo tem coragem de fazer algo diferente.

Inicialmente, Corey Taylor foi questionado sobre as referências a Led Zeppelin e Rolling Stones na música "Fabuless", do novo disco do Stone Sour, "Hydrograd". O entrevistador aponta que não há muitos artistas fazendo algo do tipo no sdias de hoje.

Corey, então, respondeu: "É porque as pessoas estão crescendo muito categorizadas - existe um som específico para active rock, outro para alternativo, para isso e aquilo - e todos estão com medo de sair da caixinha, porque não há provas de que você ganhará dinheiro dessa forma. Nós não ligamos. Para muitas bandas, 'rock' é um palavrão. Eles nem se chamam mais de bandas de rock, se intitulam bandas alternativas".

Depois de comentar que muitas pessoas estão preocupadas em manter suas aparências, Corey Taylor falou sobre o Linkin Park. "Ele errou na forma como falou, mas veja Chester (Bennington). Ao menos, Chester está dando a cara à tapa por sua nova música, em vez de se esconder por trás de uma parede de retórica, por estar com medo de não ganhar dinheiro. O Linkin Park, pelo menos, está tentando fazer algo diferente", afirmou.

Ele continua: "Você pode não gostar, mas quem se importa? Há pessoas por aí que vão gostar e, pelo menos, eles tiveram colhões para fazer isso. Entendo a reação pelo que ele disse, mas ele tem um ponto. F*da-se se você não gosta do novo. As pessoas estão com tanto medo de se arriscar que a única forma para vencer é se você se arriscar, e é o que temos feito em toda a carreira".

- Resenha: "One More Light" é o ponto mais baixo da carreira do Linkin Park
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.