sábado, 29 de julho de 2017

Mundo descobrirá em 2017 que Michael Jackson está vivo, diz vidente
sábado, julho 29, 2017


Uma das últimas previsões da vidente búlgara Baba Vanga, morta em 1996, voltou à tona pela internet recentemente. Ela afirmou, na década de 90, que Michael Jackson forjaria a própria morte e que, no ano de 2017, revelaria ainda estar vivo.

De acordo com a previsão deixada por Baba Vanga, Michael Jackson teria fingido a própria morte para conquistar a "verdadeira paz". "Muitas coisas levaram ele a fazer isso, só após isso ele teve paz de verdade", afirmou a vidente, muitos anos antes do falecimento do cantor, ocorrido em 2009.

Além de ter previsto a suposta situação, Baba Vanga disse que Michael Jackson acabaria revelando ao mundo, no ano de 2017, que não morreu. "Ele conseguiu esconder isso muito tempo mas o mundo irá descobrir em 2017 que ele ainda está vivo", afirmou.

Michael Jackson morreu no dia 25 de junho de 2009, aos 50 anos, devido a uma parada cardíaca, causada por intoxicação aguda do anestésico propofol. Desde então, diversas especulações apontam que o cantor não teria falecido, mas, sim, forjado a situação para poder fugir da fama.

Quem foi Baba Vanga 

Falecida em 1996, aos 90 anos, a vidente Baba Vanga ficou conhecida por ter, supostamente, antecipado o atentado terrorista ao World Trade Center, nos Estados Unidos, ocorrido em 11 de setembro de 2001.

Baba Vanga também deixou uma série de previsões relacionadas a temáticas variadas. Ela afirmou que a China se tornará a maior potência mundial em 2018, que a busca por ETs resultaria em um "encontro terrível" no ano de 2221 e que os humanos conseguiriam a imortalidade em 4599, mas que a Terra deixaria de existir 520 anos depois.

- Veja: 10 nomes do rock que tocaram com Michael Jackson
Categoria:
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.