terça-feira, 1 de agosto de 2017

Alice Cooper diz que há 'competição saudável' entre rockstars
terça-feira, agosto 01, 2017


Alice Cooper tem mais de 45 anos de carreira. Após ter conquistado tudo o que poderia na música, ele precisa de um combustível para continuar subindo no palco ou gravando material novo. E a "competição saudável" entre os astros do rock é um dos fatores responsáveis por manter o sangue de Alice correndo nas veias.

Em um vídeo que promove o disco "Paranormal", Alice Cooper foi questionado se há uma competição entre artistas. Ele respondeu que existe, mas que é velada. "Ninguém gosta de falar sobre isso, porque todos no negócio da música são seus amigos. Não tenho inimigos nesse segmento", disse.

Cooper listou alguns de seus "camaradas". "Paul (McCartney) e eu somos amigos, Kiss e eu somos amigos. Iggy (Pop) e eu crescemos juntos em Detroit... todas as pessoas que quiseram ter conflito com Alice, não tive. Temos diferenças ideológicas, com certeza, mas nunca tivemos rixa.

Porém, Alice reforçou que há uma "competição saudável". "Se eu subir ao palco com Aerosmith e Ozzy Osbourne, em um festival, estaremos nos bastidores conversando sobre os velhos tempos e será ótimo. 'Ei, amo seu novo álbum' e coisas assim. Mas o que estaremos pensando é: 'eu vou chutar seu traseiro no palco hoje'. Ele (Ozzy) estará pensando a mesma coisa, Steven também. E é ótimo para nós, porque nos mantém empolgados", disse.

Alice diz que sentiu essa sensação de "competição saudável" logo no início, quando teve que tocar depois de Iggy Pop & The Stooges, na década de 1970. "Ele deixou a plateia exausta e eu não estava acostumado com isso, eu era o cara que cansava o público e quem vinha depois, tinha que se virar", afirmou.

Assista na íntegra:

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.