quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Chris Cornell quase viveu protagonista no filme 'Vida de Solteiro'
quinta-feira, agosto 10, 2017


O falecido vocalista Chris Cornell quase foi um dos protagonistas do filme "Vida de Solteiro", de 1992. A revelação foi feita pelo diretor do longa, Cameron Crowe, em um bate-papo transmitido com o guitarrista Mike McCready, do Pearl Jam (transcrição por Alternative Nation).

Segundo Cameron Crowe, Chris Cornell faria o personagem Cliff Poncier, um dos principais da trama. "Trabalhamos um pouco, provavelmente era um pouco demais que ele se tornasse o ator principal e ainda tivesse sua carreira musical", disse Crowe.

No fim das contas, foi decidido que Cornell faria um personagem que exigisse menos dele. "Ele seria esse outro personagem que passaria pela vida das pessoas e deixaria uma impressão, e, então, tocaria 'Birth Ritual'", afirmou, em menção à música do Soundgarden que integra a trilha sonora. O papel de Cliff Poncier acabou ficando com Matt Dillion.

- Veja também: Relatório policial descreve últimas horas e morte de Chris Cornell

O filme "Vida de Solteiro" tem como pano de fundo a cena grunge de Seattle, da década de 1990. Além de Chris Cornell, Eddie Vedder também faz uma participação no longa, cuja trilha sonora é recheada de músicas desse período. Veja, abaixo, a sinopse (via AdoroCinema).

"Seattle, início dos anos 90. Várias histórias paralelas sobre jovens no começo da vida adulta, que estão preocupados em se firmar em suas carreiras e, principalmente, em encontrar o amor. O filme mostra diversos moradores de um mesmo prédio, que freqüentam a mesma cafeteria. Um deles é Steve Dunne (Campbell Scott), que conhece Linda Powell (Kyra Sedgwick) em um show de rock e aos poucos se apaixonam. Também é focado o relacionamento deles e a de amizade de Steve com Janet Livermore (Bridget Fonda), outra moradora do prédio, que quer conquistar um vizinho, Cliff Poncier (Matt Dillon), um roqueiro. Na verdade ela tem um envolvimento com ele, mas Cliff insiste que seja uma "relação aberta" e isto não agrada muito Janet, que está obcecada por Cliff e pensa em fazer um implante para aumentar os seios, pois acredita que isto agradará Cliff. Paralelamente Debbie Hunt (Sheila Kelley) anseia tanto por achar alguém que produziu um vídeo com alguns efeitos que lhe sirva como apresentação para futuros pretendentes."

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.