sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Ex-funcionário do Nirvana fala sobre "péssimos" shows no Brasil
sexta-feira, agosto 11, 2017


O antigo engenheiro de som ao vivo do Nirvana, Craig Montgomery, participou de uma sessão de perguntas e respostas com fãs da banda no Reddit. Durante o bate-papo, ele falou sobre os criticados shows feitos pela banda no Brasil. As apresentações rolaram em São Paulo, no festival Hollywood Rock, em janeiro de 1993; e uma semana depois, no Sambódromo do Rio de Janeiro.

Na ocasião, Craig Montgomery foi questionado sobre lembranças do show realizado em São Paulo, descrito como "cobiçado" pelos fãs devido à ausência de registros na internet - muitas filmagens só chegaram a público há três anos. Na resposta, Montgomery acabou por citar ambas as apresentações no país.

"Os shows em estádio eram realmente divertidos de se mixar! Não havia mais ou menos dificuldade com relação a qualquer outra apresentação. É legal ter tanto poder em seus dedos", disse, inicialmente.

Montgomery complementa: "Alguns anos atrás, Jack Endino (produtor) e eu escutamos esses shows no Brasil e ríamos sobre o quão péssimos eles eram. A banda não estava querendo fazer aquilo, por uma série de razões. Foi uma pena para mim, porque consegui uma ótima mixagem, mas você só pode mixar o que a banda estiver tocando".

O engenheiro de som revelou, ainda, que não se impressionou com o suicídio de Kurt Cobain, em 1994. Questionado se pensa que Cobain cometeu suicídio, Montgomery respondeu: "Sim, ele se matou. Meu primeiro pensamento foi: 'oh, não, ele finalmente fez isto'. Ele expressava ideias suicidas desde que o conheci".

- Veja também: 5 projetos que se tornariam reais se Kurt Cobain não tivesse morrido
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.