terça-feira, 1 de agosto de 2017

Três fãs de Linkin Park já se mataram desde suicídio de Chester Bennington
terça-feira, agosto 01, 2017


Três fãs do Linkin Park tiraram a própria vida desde a morte do vocalista da banda, Chester Bennington. O cantor cometeu suicídio por enforcamento e teve seu corpo encontrado no último dia 20 de julho. Ele tinha 41 anos.

A primeira pessoa a cometer suicídio foi uma mulher que era mãe de duas crianças e trabalhava como enfermeira. A informação foi revelada por uma amiga, por meio de uma publicação no fórum online Reddit. A postagem não dá detalhes sobre idade ou local em que ocorreu o fato. A identidade da mulher foi preservada.

"Minha melhor amiga, que teve uma vida dura, sentiu a morte de Chester de um jeito muito forte e decidiu tirar a própria vida [...] Sinto-me culpada, com raiva e com dor, como se eu pudesse ter feito mais. Ela também era uma enfermeira e tinha duas lindas crianças, mas seus demônios tiraram o melhor que havia nela", disse a amiga da mulher.

O segundo fã de Linkin Park a cometer suicídio foi um adolescente de 15 anos, cuja identidade foi preservada, que mora na cidade de Godoy Cruz, na Argentina. A informação foi revelada por uma reportagem feita pelo jornal local Cronica. O relatório policial considera a conexão do fato com o suicídio de Chester Bennington.

"Os pais, de acordo com registros judiciais, relacionaram a morte do filho com o recente suicídio do vocalista da banda de rock americana", diz um trecho da reportagem. "O suicídio do cantor do Linkin Park pode ter funcionado como um gatilho na decisão, pois foram encontradas músicas e letras do grupo no celular do garoto", diz.

A terceira fã a tirar a própria vida é uma jovem, identificada somente como Melissa, que mora no estado de Delaware, nos Estados Unidos. O site Alternative Nation divulgou que a mulher fez uma postagem na página do Linkin Park do Facebook no dia 15 de julho, cinco dias antes de ser divulgada a notícia do suicídio de Chester Bennington.

"Olá. Odeio incomodá-los. Estou em um local escuro. Tipo de suicídio (sem mentira). A ÚNICA coisa que estava me mantendo viva é o show de vocês em Nova Jersey, no dia 1° de agosto. Significaria uma questão de vida ou morte se vocês pudessem me dar um autógrafo ou conhecer vocês. Estou vivendo por vocês e é urgente. Obrigado, Melissa", publicou a jovem, na página do Linkin Park na rede social, cinco dias antes de Chester morrer.

Pouco tempo após a notícia sobre a morte de Chester Bennington ser divulgada, o irmão de Melissa publicou, em seu perfil no Facebook, que ela havia morrido. "É com grande tristeza que informamos que minha irmã Melissa morreu de forma inesperada. Esperamos que ela tenha encontrado a paz e a felicidade que merecia. Ela estará em nossos corações para sempre", afirmou o irmão da jovem.

Ajuda disponível 

O Centro de Valorização da Vida (CVV), associação civil sem fins lucrativos, oferece apoio emocional e prevenção do suicídio, gratuitamente, 24 horas por dia.

Qualquer pessoa que queira e precise conversar, pode entrar em contato com o CVV, de forma sigilosa, pelo telefone 144, além de e-mail, chat e Skype, disponíveis no site www.cvv.org.br.

Leia também:
Chester Bennington falou de depressão em uma das últimas entrevistas
Ouça os vocais isolados de Chester Bennington no Linkin Park
Chester Bennington já foi abusado e lidou com vícios em sua vida
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.