segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Eddie Vedder muda letras do Pearl Jam para provocar Donald Trump
segunda-feira, setembro 11, 2017


O músico Eddie Vedder modificou trechos das letras de duas músicas do Pearl Jam durante uma aparição solo no Ohana Festival, em Dana Point, Estados Unidos, no último fim de semana. O intuito era provocar o atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Conforme reportado pelo site Alternative Nation, a primeira mudança ocorreu quando Eddie Vedder fez uma participação especial no show de Liam Finn, durante o festival, que ainda contaria com um show de Vedder como headliner horas depois. O frontman do Pearl Jam modificou um trecho da letra de "Habit".

A letra original de "Habit" diz: "speaking as a child of the 90's, never thought you'd habit" ("falando como uma criança dos anos 90, nunca pensei que você se habituaria"). Na performance ao lado de Liam Finn, o trecho foi adaptado para: "speaking as a child of the f*cked-up Trump generation, never thought you'd habit" ("falando como uma criança da geração f*dida de Trump, nunca pensei que você se habituaria").

Veja:



Já durante seu show solo, que fechou o festival, Eddie Vedder adaptou um verso de "Sometimes", também em menção a Trump. "You're god and you got big hands" ("Você é Deus e tem mãos grandes") foi transformada em "You're Trump and you got small hands" ("Você é Trump e tem mãos pequenas").

A menção às mãos pequenas faz conexão a um comentário feito pelo senador Marco Rubio, contrário a Donald Trump, durante a corrida presidencial de 2016. Na ocasião, ele disse que Trump tinha "mãos pequenas", tentando fazer alguma referência ao tamanho do pênis do atual presidente dos Estados Unidos.

Ao longo de seu show solo, Vedder também discursou sobre as mudanças climáticas e criticou a política de Trump com relação a isso. "Não estou falando sobre política, estou falando sobre amor", disse Eddie. Segundo relatos do site Alternative Nation, algumas pessoas na plateia reagiram aos comentários do frontman do Pearl Jam - uma mulher chegou a gritar "apenas toque músicas" a cada afirmação de teor político.
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.