quinta-feira, 2 de novembro de 2017

Mix de 'Born Again', do Black Sabbath, deixou Ian Gillan 'horrorizado'
quinta-feira, novembro 02, 2017


O vocalista Ian Gillan, consagrado pelo trabalho com o Deep Purple, comentou sobre "Born Again", único disco que ele gravou com o Black Sabbath, em 1983. Ele discutiu o assunto em entrevista ao canal do site Loudwire no YouTube (transcrição por Ultimate Guitar).

Durante o bate-papo, Ian Gillan não escondeu a sua decepção pela polêmica sonoridade do álbum. "Eu fiquei horrorizado com a mixagem. Sim, adorei as músicas, amo compor com Tony (Iommi), ainda somos grandes amigos e ainda escrevemos juntos ocasionalmente", afirmou.

- Veja também: Glenn Hughes diz que foi 'estranho' cantar no Black Sabbath

O cantor diz ter algumas fitas de gravação sem a mixagem final. "Peguei algumas trilhas do monitor em uma fita, as quais ainda tenho, e ainda soam incríveis. Então, ouvi a mixagem e a produção pela primeira vez. Era como se alguém colocasse um cobertor em cima de tudo", pontuou.

Ainda que a produção seja creditada a Robin Black, em parceria com o próprio Black Sabbath, Ian Gillan encontrou um curioso culpado para a situação: o baixista Geezer Butler. "Ele vai negar isso, mas Geezer foi até Londres para supervisionar a remixagem, e foi isso que ele conseguiu. Acho que ele teve alguma leve influência no som final, sendo o baixista da banda", afirmou.

Veja, a seguir, a entrevista na íntegra (em inglês e sem legendas).

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.