terça-feira, 28 de novembro de 2017

De Metallica a 'Despacito': os indicados ao Grammy 2018
terça-feira, novembro 28, 2017


A Recording Academy dos Estados Unidos divulgou, nesta terça-feira (28), a lista de indicados para o Grammy 2018. O evento será realizado no dia 28 de janeiro de 2018, no Madison Square Garden.

Entre os grandes destaques das categorias gerais, estão Luis Fonsi e Justin Bieber, com 'Despacito'; Jay-Z, com as músicas de seu álbum '4:44'; Bruno Mars e seu irretocável '24K Magic'; o disco 'Damn.', de Kendrick Lamar; o trabalho de Donald Glover como Childish Gambino e o retorno de Lorde com 'Melodrama'.

No rock, em especial, duas indicações têm grande tom de homenagem: 'You Want It Darker', de Leonard Cohem, e 'The Promise', de Chris Cornell, disputam em Melhor Performance de Rock. Nas demais categorias, destacam-se as lembranças a Foo Fighters, Queens Of The Stone Age, Metallica, Mastodon e Avenged Sevenfold.

Veja os indicados às principais categorias:

Gravação do Ano 

Despacito, de Luis Fonsi e Justin Bieber
Redbone, de Childish Gambino
The Story of O.J., de Jay-Z
HUMBLE., de Kendrick Lamar
24K Magic, de Bruno Mars

Álbum do Ano 

"Awaken, My Love!", de Childish Gambino
4:44, de Jay-Z
DAMN., de Kendrick Lamar
Melodrama, de Lorde
24K Magic, de Bruno Mars

Música do Ano 

Despacito, de Luis Fonsi e Justin Bieber
4:44, de Jay-Z
Issues, de Julia Michaels
1-800-273-8255, de Logic com Alessia Cara e Khalid
That's What I Like, de Bruno Mars

Artista Revelação 

Alessia Cara
Khalid
Lil Uzi Vert
Julia Michaels
SZA

Melhor Performance Solo Pop 

Love So Soft, de Kelly Clarkson
Praying, de Kesha
Million Reasons, de Lady Gaga
What About Us, de P!nk
Shape Of You, de Ed Sheeran

Melhor Performance em Duo ou Grupo de Pop 

Something Just Like This, de The Chainsmokers & Coldplay
Despacito, de Luis Fonsi & Daddy Yankee com Justin Bieber
Thunder, de Imagine Dragons
Feel It Still, de Portugal. The Man
Stay, de Zedd & Alessia Cara

Melhor Álbum Pop Vocal 

Kaleidoscope EP, de Coldplay
Lust For Life, de Lana Del Rey
Evolve, de Imagine Dragons
Rainbow, de Kesha
Joanne, de Lady Gaga
Divide, de Ed Sheeran

Melhor Performance de Rock 

You Want It Darker, de Leonard Cohen
The Promise, de Chris Cornell
Run, de Foo Fighters
No Good, de Kaleo
Go To War, de Nothing More

Melhor Música de Rock 

Atlas, Rise!, de Metallica
Blood In The Cut, de K.Flay
Go To War, de Nothing More
Run, de Foo Fighters
The Stage, de Avenged Sevenfold

Melhor Álbum de Rock 

Emperor Of Sand, de Mastodon
Hardwired...To Self-Destruct, de Metallica
The Stories We Tell Ourselves, de Nothing More
Villains, de Queens Of The Stone Age
A Deeper Understanding, de The War on Drugs

Melhor Performance de Metal

Invisible Enemy, de August Burns Red
Black Hoodie, de Body Count
Forever, de Code Orange
Sultan's Curse, de Mastodon
Clockworks, de Meshuggah

Melhor Álbum de Música Alternativa 

Everything Now, de Arcade Fire
Humanz, de Gorillaz
American Dream, de LCD Soundsystem
Pure Comedy, de Josh Tillman
Sleep Well Beast, de The National
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.