segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Hilário! Chad Smith, do RHCP, finge ficar puto após ser chamado de Will Ferrell
segunda-feira, novembro 27, 2017


O baterista do Red Hot Chili Peppers, Chad Smith, brincou ao fingir irritação com um fã na plateia que o chamou de Will Ferrell. O momento descontraído aconteceu durante uma recente apresentação no auditório do Musicians Institute, nos Estados Unidos.

Entre uma música e outra do repertório, Chad Smith conversava com a plateia. Em determinado momento, um fã gritou o nome de Will Ferrell, em menção à semelhança física entre Smith e o ator. Chad, então, gritou "cale a boca!" para o rapaz na plateia, jogou o microfone no chão e saiu do palco.

Depois que o público gritou por seu retorno, Chad Smith voltou e perguntou quem havia sido o responsável por chamá-lo de Will Ferrell. O fã se identificou e ele, em resposta, disse: "Filho da p*ta!". Após arrancar risos da plateia, ele afirmou: "Eu não sou Will Ferrell, seu idiota!".

Em seguida, Smith deixou claro que não passava de zoação. "Estou brincando. Eu não ligo, eu acho o máximo. Eu sou famoso pra cacete por causa do Will Ferrell, f*da-se aquele cara! Eu fiz parte de uma modesta banda de rock por um tempo, e então um idiota fala: 'oh, você se parece com...' e as pessoas estão na rua te dizendo: 'cara, você é engraçado'", afirmou.

Veja o momento:



Vale destacar que Chad Smith leva a comparação com muito bom humor. Em 2014, ele chegou a fazer uma batalha de bateria com o próprio Will Ferrell, onde os dois apareciam com as mesmas roupas.

Relembre:

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.