quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

'A MPB regrediu pra fase anal', diz Lulu Santos ao citar funks
quarta-feira, dezembro 20, 2017

(Foto: Leo Aversa / divulgação)
O músico Lulu Santos causou polêmica ao falar, na segunda-feira (18), sobre o atual estado da música popular brasileira pelo Twitter. Ele afirmou que o cenário atual está regredindo para a "fase anal" e citou versos de hits recentes do funk carioca.

"Caramba! É tanta bunda, polpa, bum bum granada e tabaca que a impressão que dá é que a MPB regrediu pra fase anal. Eu, hein?", disse Lulu Santos.


A crítica feita por Lulu dividiu opiniões na internet. Uma das respostas que mais acumulou curtidas foi a de um usuário que contestou o posicionamento do músico.

"A MPB não regrediu, amore, só tá mostrando a realidade de uma classe que sempre foi excluída. Isso sempre existiu, mas, no passado, os holofotes estavam em cantores classe media que cresceram dentro do apartamento e escreviam músicas dentro do condomínio. Deixa a favela ter voz", disse o internauta.

Lulu, então, respondeu que já trabalhou com artistas do funk carioca. "Levei o Mr. Catra para o Rock In Rio, toquei três anos com SanyPitbull, gravei Marcinho e com Buchecha (que, aliás, RT este post). Agora senta", disse.

O internauta, em seguida, replicou: "E depois de ter feito tudo isso, ainda tá aí falando merda sobre o trabalho dos outros. Senta você e aprende com humildade que conviver com quem veio da periferia não te faz um periférico, e o seu primeiro tweet só confirma isso. Respeito com o trabalho e a realidade alheia, Lulu".

Lulu continuou: "Você até se expressa bem mas o pensamento é fuleiro, comprometido por preconceito e ódio. Cuidado que ele volta pra vc". O internauta compartilhou a primeira mensagem do músico para afirmar, em seguida: "Será mesmo que o meu pensamento está comprometido por preconceito e ódio? Dá uma olhada nesse tweet aqui então... Cuidado pra não voltar pra você".

Por fim, Lulu justificou que não teve a intenção de manifestar ódio, nem mesmo de criticar a cantora Anitta, que lançou clipe para o funk "Vai Malandra" nesta segunda (18). Muitos interpretaram que a mensagem inicial do músico era direcionada à jovem cantora, apesar de que o post foi feito antes do vídeo sair.

"Se você vê odio numa opinião, você está paranoico. Não me refiro exclusivamente ao funk, muito menos à Anitta, que admiro. Também não falo da dança, mas das letras sexistas, derrogatória e babonas", disse.
Categoria:
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.