terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Os 25 artistas da música mais bem pagos de 2017
terça-feira, dezembro 12, 2017


A revista Forbes divulgou sua tradicional lista com os músicos mais bem pagos do ano. No ranking de 2017, há alguns representantes do rock, como Guns N' Roses (6°), Bruce Springsteen (8°) e Metallica (10°), embora o topo seja dominado por um rapper - Diddy está em 1° - e artistas pop venham logo em seguida - Beyoncé, Drake, The Weeknd e Coldplay ocupem da segunda à quinta posição.

O sucesso financeiro de boa parte dos artistas é oriundo das turnês. O Guns N' Roses, por exemplo, faturou muito por causa da sequência da turnê "Not In This Lifetime...Tour". Segundo a Forbes, a banda conseguiu faturar US$ 84 milhões sem contar com grandes patrocínios, nem mesmo via endorsement de instrumentos.

As extensas turnês também garantiram as altas cifras de Bruce Springsteen (8°, com US$ 75 milhões), Metallica (10°, com US$ 66,5 milhões) e Red Hot Chili Peppers (US$ 54 milhões). Já no caso de Paul McCartney, os direitos autorais de suas músicas solo e com os Beatles ajudaram no faturamento.

1. Diddy - US$ 130 milhões
2. Beyoncé - US$ 105 milhões
3. Drake - US$ 94 milhões
4. The Weeknd - US$ 92 milhões
5. Coldplay - US$ 88 milhões
6. Guns N' Roses - US$ 84 milhões
7. Justin Bieber - US$ 83,5 milhões
8. Bruce Springsteen - US$ 75 milhões
9. Adele - US$ 69 milhões
10. Metallica - US$ 66,5 milhões
11. Garth Brooks e Elton John (empate) - US$ 60 milhões cada
13. Paul McCartney e Red Hot Chili Peppers (empate) - US$ 54 milhões cada
15. Jimmy Buffett - US$ 50,5 milhões
16. Calvin Harris - US$ 48,5 milhões
17. Taylor Swift - US$ 44 milhões
18. Kenny Chesney - US$ 42,5 milhões
19. Luke Bryan, Celine Dion e Jay-Z (empate) - US$ 42 milhões cada
22. Tiesto e Bruno Mars (empate) - US$ 39 milhões cada
24. The Chainsmokers e Jennifer Lopez (empate) - US$ 38 milhões cada
Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.