segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Joe Satriani criou G3 porque sucesso o isolou de todos
segunda-feira, janeiro 15, 2018

Da esquerda para a direita: Eric Johnson, Joe Satriani e Steve Vai (Foto: divulgação)
O guitarrista Joe Satriani afirmou ter criado o projeto G3, lançado inicialmente em 1996, porque o sucesso o isolou das pessoas, especialmente de seus amigos músicos. A revelação foi feita em entrevista à rádio 107.7 The Bone (transcrita pelo Blabbermouth).

Questionado se ele pensava que o G3 duraria por tanto tempo, Joe Satriani respondeu: "Sim, com certeza. Vou te dizer: toda a coisa começou comigo estando frustrado pelo sucesso me isolar de todo mundo, todos os meus amigos que eram músicos".

"Quando criança, sempre pensava que quando fosse um rock star, estaria saindo com todos os meus amigos, farreando, tocando guitarra, falando do meu próximo disco, mas o oposto estava acontecendo", explicou Satriani. "Sempre estava em outro país, outra cidade e meus amigos estavam em outro lugar e eu ficaria preso em um quarto de hotel, ou tocando as mesmas 20 músicas todas as noites. Pensei: 'isso não é legal, está me fazendo ficar menos social como guitarrista'."

Foi daí que surgiu a ideia para o G3. "Voltei e tive uma reunião com os caras da Bill Graham Management. Disse: 'o que podemos fazer para me formalizar fazendo uma jam com meus amigos?'. Era só uma ideia maluca. Algumas horas depois, disseram: 'Ok, podemos fazer nosso festival, mas não pode ser como o Lollapalooza ou algo grande, precisa ser controlável'", contou o guitarrista.

Satriani, então, contou que pensou em três guitarristas para o projeto porque "se fossem seis, tocando toda noite, todos tocariam 15 minutos". "Seria difícil atrair alguém como Steve Vai dizendo: 'você vai tocar 15 minutos, o que acha'. Ele diria: 'eu toco duas horas sozinho'. Montamos tudo para cada um tocar uma hora. Poderia tocar, promover seu novo disco, fazer o que quiser e, no fim, nos juntaríamos para uma jam de meia hora", afirmou.

Segundo o músico, foi difícil convencer empresários e promotores de eventos a comprarem a ideia, no auge do grunge e da música alternativa. "Isso foi em 1995. Demorou um ano para convencer outros artistas e empresários de que seria uma boa ideia ter três guitarristas tocando juntos toda noite. Todos os empresários diziam: 'não quero meu artista parecendo ruim diante de alguém'. Minha ideia era: basicamente, se eu estivesse na plateia, eu não ligaria. Se Jeff Beck, Eric Clapton e Jimi Hendrix aparecessem para tocar, eu ficaria muito satisfeito [...] Depois de 12 meses, fialmente consegui o 'sim' de Steve Vai e Eric Johnson", disse.

Igor Miranda Jornalista natural de Uberlândia (MG). Apaixonado por rock há mais de uma década, começou a escrever sobre música desde 2007, com o surgimento do saudoso blog Combe do Iommi. Co-fundou e integrou o site Van do Halen até o ano de 2013 - apesar de ainda manter uma coluna, chamada "Cabeçote" e publicada sempre nas noites de segundas-feiras. Atualmente é redator-chefe da área editorial do site Cifras, afiliado ao R7. Trabalhou como repórter do jornal Correio de Uberlândia entre 2013 e 2016.